Analytics

menu

Image Map

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Presidente da OAB culpa lideranças do TJ-BA por judiciário baiano ser o 2º pior do Brasil

Foto: Reprodução
O Tribunal de Justiça da Bahia é o segundo pior do Brasil principalmente por culpa da cúpula do poder judiciário do estado, de acordo com o presidente da OAB-BA, Luiz Viana. A baixa produtividade foi evidenciada pelo Relatório Justiça em Números 2014, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que aponta que o TJ-BA tem 47,7% de alcance de desempenho e ficou na frente, apenas, do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, que tem 42,1%. “Todos nós nos sentimos envergonhados, incluindo os advogados. É preciso que o TJ efetivamente reconheça os erros cometidos e trabalhe para os próximos anos, sobretudo na gestão de pessoal competente”, afirmou o dirigente. De acordo com o advogado, o TJ está fechado e não se abre ao diálogo com a sociedade há 30 anos, o que gerou um sucateamento da instituição. “À OAB não interessa responsabilidades pessoais, mas sim a responsabilidade institucional do TJ”, declarou. Segundo Viana, os servidores públicos são insuficientes e faltariam 10 mil servidores atuando na Bahia, o que faz com que os funcionários fiquem sobrecarregados e não tenham estrutura para trabalhar corretamente. “Precisamos de concursos públicos”, defendeu. O presidente da OAB-BA sugeriu ainda que os advogados esperam que os candidatos eleitos nas eleições de 2014 possam pautar as dificuldades do sistema judiciário durante seus governos.

Fonte: Luiz Fernando Teixeira / BN
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...