Analytics

menu

Image Map

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Estudante da UFRB sofre racismo por não ter 'cara de médica'


Foto: Reprodução
A estudante do curso de Medicina da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB), Débora Reis, usou seu perfil no Facebook para denunciar um caso de racismo cometido contra ela mesma. 

Débora afirmou que, na tarde da última sexta-feira (3), uma senhora que estava ao seu lado na fila de um correspondente bancário iniciou um diálogo e não acreditou quando ela disse que cursava medicina.

“Minha nora também faz medicina, mas ela tem cabelos lisos, olhos claros e é bem branquinha. Geralmente quem faz esses cursos se veste de outra forma e hoje em dia até filho de faxineiro pode estudar”, teria dito a mulher. 

Ainda em seu relato, Débora revela que se sentiu machucada com o diálogo e chegou a chorar. 

“Ao ouvir a declaração de que seres humanos, por serem negros, não têm cara de médico, doeu e eu chorei”, desabafou a jovem. 

Ela recebeu diversas manifestações de apoio na postagem no Facebook.

Fonte: Forte na Notícia
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...