Analytics

menu

Image Map

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Cruz das Almas: médicos ameaçam pedir demissão após decreto do prefeito

Foto: Ilustrativa
Os médicos lotados em unidades de atendimento de Saúde, em Cruz das Almas, Recôncavo baiano, ameaçam entregar um pedido de demissão coletiva na próxima quarta-feira (18), caso uma pauta com reivindicações apresentadas ao prefeito Ednaldo Ribeiro (PMDB) não seja atendida. Ao menos 20 profissionais estão dispostos a deixarem as funções.

A medida da categoria é um protesto ao decreto baixado pelo gestor na sexta-feira passada (6) determinando o corte de 20% dos salários de todo o funcionalismo municipal.

O chefe do Executivo local alega adequações ao índice de pessoal para fugir de uma possível reprovação do Tribunal de Contas dos Municípios, além de economia, conforme mostrou o Bocão News no último domingo (8). Segundo Ribeiro, a redução vale para os meses de novembro e dezembro.


Em assembleia na última segunda-feira (9), os médicos decidiram por rescindir os contratos de forma voluntária. A categoria alega estar sem reajuste há três anos, mas retirou da pauta o pleito por aumento de salários.

Os profissionais pedem a manutenção dos ganhos atuais, além de melhores condições de trabalho, alimentação e segurança. A prefeitura sugeriu o reembolso, em duas parcelas, em 2016. Uma nova assembleia será realizada na próxima
 segunda-feira (16) para avaliar a contraproposta do Executivo.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...