Analytics

menu

Image Map

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Santo Amaro: 16ª Vara condena ex-prefeito por improbidade

Foto: Ilustrativa
A juíza federal substituta em auxílio à 16ª Vara Luisa Ferreira Lima Almeida, condenou João Roberto Pereira de Melo, ex-prefeito de Santo Amaro, e Maria Conceição Santana dos Reis Santos, ex-secretária de Saúde do município, por improbidade.

Melo e Conceição tiveram seus direitos políticos suspensos por três anos, além de ter de pagar multa civil de 10 vezes o valor corrigido da última remuneração do ex-prefeito em favor do Município de Santo Amaro.

De acordo com a ação civil pública movida pela União, Ministério Público Federal (MPF) e Município de Santo Amaro, os réus burlaram licitação obrigatória ao contratarem, com recursos do Programa de Atenção Básica à Saúde, transferidos pela União ao Município de Santo Amaro, serviços de fisioterapia na empresa BR Gestão e Serviços de Saúde Ltda. 

Segundo informações divulgadas na edição desta terça-feira (15) da “Justiça Federal Hoje”, há nos autos provas do pagamento para a empresa por serviços de fisioterapia à comunidade com a utilização de  equipamentos e  materiais como ultrassom,  tênis  e faixas elásticas  no valor de R$ 9.600,00. 

A União considerou que houve prejuízo ao Erário e violação dos princípios da Administração Pública. A dispensa de licitação pressupõe existência de fornecedor exclusivo, contratação de serviços especializados por profissionais de notória especialização ou contratação de artista consagrado, o que não se aplicaria ao caso.

Fonte: BN
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...