Analytics

menu

Image Map

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Agência de energia atômica da ONU propõe esterilizar Aedes aegypti com radiação

Imagem: Rafael Neddermeyer
A radiação nuclear poderia ajudar a tornar os machos do Aedes aegypti inférteis. A sugestão para reduzir as populações do mosquito transmissor de zika, dengue e chikungunya foi dado nesta terça-feira (2) pela Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA). A técnica, adaptada de métodos antigos usados para reduzir as populações de outros insetos, como a mosca-das-frutas, envolve expor os machos do mosquito Aedes aegypti a raios-X ou gama para tornar o esperma estéril.

De acordo com o portal G1, especialistas da agência de energia atômica da Organização das Nações Unidas (ONU), vão se encontrar com autoridades brasileiras em 16 de fevereiro para discutir como implementar a “Técnica do Inseto Estéril” no país. Os machos criados em laboratório seriam soltos para cruzar com as fêmeas da espécie que, então, levariam ovos que nunca se desenvolveriam, reduzindo assim o número de insetos numa determinada área sem matar animais ou usar químicos.

Em testes, a técnica ajudou a cortar populações de mosquito em cerca de 80 %, e na China o sucesso chegou a 100% , segundo Konstantinos Bourtzis, do laboratório de controle de insetos e pestes da AIEA. Além do Brasil, México, Guatemala, El Salvador e Indonésia também requisitaram a tecnologia da agência.

Fonte: Bahia Notícias
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...