Analytics

menu

Image Map

sábado, 13 de fevereiro de 2016

Justiça condena ONG de Cunha a indenizar ex-empregados, cujo trabalho era fazer campanha

Imagem: Divulgação
A Justiça do Trabalho condenou o “Centro de Cidadania Eduardo Cunha”, ONG criada em 2009, no Rio de Janeiro, pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a indenizar seus funcionários. A condenação se deu por conta de violações trabalhistas e uso dos empregados para realizar campanha eleitoral em favor do deputado.

De acordo com informações da revista Época, a ONG funcionou por cerca de um ano, sendo fechada após as eleições de 2010, garantindo mais um mandato para Eduardo Cunha. Na sentença, o juiz afirma que “restou comprovado que o réu [Eduardo Cunha] era mantenedor do centro, confundindo-se com a figura de empregador” e funcionários contaram que, apesar de terem sido contratados oficialmente para oferecer serviços gratuitos de dentista, advocacia, balcão de emprego e fisioterapia, o trabalho real era fazer campanha política. 

“Na época da política, davam panfleto para a gente. Para todo mundo que buscava atendimento, a gente tinha de falar para votar nele”, disse à Época, uma das funcionárias, que recebia R$ 400 para cuidar da limpeza e do cafezinho.

Cunha, que ainda pode recorrer à decisão, afirma em sua defesa que o local levava seu nome como homenagem e que ele não era mantenedor do centro.


Fonte: Bahia Notícias
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...