Analytics

menu

Image Map

terça-feira, 15 de março de 2016

Lewandowski nega conversas mencionadas em delação de Delcídio

Foto: Reprodução
O ministro e presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski negou, através de nota divulgada nesta terça-feira (15), que tenha tido qualquer tipo de conversa nos termos citados na delação premiada do senador Delcídio do Amaral (PT-MS).

De acordo com o senador, Lewandowski teria se encontrado com o então ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e a presidente Dilma Rousseff (PT) para tratar da Operação Lava Jato e do processo de impeachment, em Portugal. Além disso, de acordo com Delcídio, o ministro da Educação Aloizio Mercadante teria prometido falar com o jurista para interceder pela liberdade do ex-líder do governo no senado. 

No comunicado, Lewandowski afirma que não tem poder de decisão sobre os casos citados na delação, uma vez que o ministro Teori Zavascki é o relator da Lava Jato na corte.  

"Como chefe do Poder Judiciário, o presidente do STF zela pela independência e pela imparcialidade do exercício da magistratura", afirmou. 

Da mesma forma, o ministro também explicou que as decisões sobre liberdade de investigados presos na Operação caberia à Segunda Turma, da qual ele não faz parte.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...