Analytics

terça-feira, 11 de outubro de 2016

MP deflagra terceira fase da operação Adsumus; Operação também acontece em Muritiba

Foto: Bocão News
O Ministério Público estadual deflagrou, na manhã desta terça-feira (11), a terceira fase da “Operação Adsumus”, que cumpre dois mandados de prisão e oito de busca e apreensão. A ação ocorre por meio de  promotores de Justiça da comarca de Santo Amaro e do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco).

Com o apoio da Polícia Rodoviária Federal e do Departamento de Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil (Draco), a operação acontece nos municípios de Salvador, Feira de Santana, Camaçari, Ipirá, Muritiba, Lauro de Freitas e Santo Amaro. Também foram cumpridos dois mandados de condução coercitiva. Duas pessoas que seriam presas estão foragidas e outras duas que são alvos da condução coercitiva ainda não foram encontradas. Os resultados da operação vão ser apresentados às 10h, na sede do MP localizada no bairro de Nazaré.

Segundo os promotores de Justiça, as conduções coercitivas têm o objetivo de coletar elementos probatórios sobre a atuação dos conduzidos nas empresas que figuram como sócios, além do envolvimento dos mesmos com os outros investigados e outras empresas envolvidas no esquema irregular de contratação de obras, locação de maquinário e realização de serviços públicos, que causou um dano de mais de R$ 24 milhões aos cofres de Santo Amaro.

As investigações realizadas pelos promotores de Justiça têm o apoio da Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência (CSI) e do Centro de Apoio Criminal (Caocrim), do Ministério Público estadual.

Rua Lafaiete Fraga - Fotos: Leitor Repórter Diário da Notícia | WhatsApp
A PRF e a Polícia Civil vieram a cidade de Muritiba, no Recôncavo Baiano e passou pelo escritório do prefeito Roque Isquem que fica localizado na Rua Dannemann, também conhecida como Caminho de Cachoeira e na Prefeitura pela Rua Lafaiete Fraga, no Centro da cidade. Até o fechamento da matéria não obtivemos informações se os policiais levaram alguns objetos para investigação, ou veio conduzir alguém coercitivamente.
Rua Dannemann (Caminho de Cachoeria)

MP-BA deve denunciar investigados em 15 dias

 

O Ministério Público da Bahia deve denunciar os empresários e políticos envolvidos no esquema de corrupção apurado pela Operação Adsumus no prazo de até 15 dias, segundo o promotor João Paulo.

De acordo com ele, os investigados que foram presos nesta terça-feira (11) também deve ser denunciados. O promotor não quis informar os nomes.

Foram expedidos quatro mandados de prisão nesta terça pelo juiz Marcos Adriano Ledo, mas apenas dois foram cumpridos. Os outros dois investigados continuam foragidos.

As empresas investigadas na operação movimentaram cerca de R$ 370 milhões.

Operação

A ação investiga políticos e empresários por envolvimento em um esquema irregular de contratação de obras, locação de maquinário e realização de serviços públicos. Já foram alvos de mandados o vice-prefeito de Santo Amaro, Leonardo Araújo Pacheco Pereira, o secretário de Administração, Desenvolvimento, Obras e Serviços, Luís Eduardo Pacheco Alves, os empresários Roberto José Santana e Paulo Sérgio Vasconcelos e as empresas Grauthec Construtora Ltda, Oliveira Santana Construções LTDa, Serv Bahia Locações de Máquinas e Equipamentos Ltda, Real Locação de Veículos Máquinas e Equipamentos Ltda e Ayres Materiais de Construção Ltda.

De acordo com os promotores de Justiça, os acionados cometeram fraudes em licitações e “em conluio” causaram uma lesão de mais de R$ 24 milhões aos cofres públicos de Santo Amaro.

Fonte: Bocão News
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...