Analytics

quinta-feira, 30 de março de 2017

Recôncavo recebe exposição Cotidiano Expresso Pela Arte

Imagem: Divulgação
De abril a outubro de 2017 três cidades do Recôncavo sediarão a exposição Cotidiano Expresso Pela Arte - Gravuras de Cesarino, do artista mineiro Cesarino Gonçalves do Nascimento. O projeto é uma homenagem ao artista que reúne cerca de 30 obras de xilogravuras retratando o cotidiano e a religiosidade do povo mineiro e carioca. Além da exposição, que conta com recursos de áudio descrição e braile, garantindo a acessibilidade, o projeto realizará oficinas educativas com o objetivo de aproximar o público com a técnica artística das obras expostas.

Muritiba, cidade onde vive a esposa do artista, Margarida Santos do Nascimento, será a primeira a receber a exposição, com abertura dia 08 de abril, às 19 horas, seguindo aberta à visitação até 22 de maio, na Avenida Rui Barbosa, n° 18, centro de Muritiba. Em seguida as obras vão para Cruz das Almas, onde serão expostas na Casa da Cultura Galeno d'Avelírio, de 27 de maio a 30 de julho. Cachoeira encerra o circuito no período de 01 de setembro a 01 de outubro, no Núcleo de Memória e Documentação do Recôncavo – NUDOC.

Cesarino (1928-1978), artista negro, nasceu na cidade de Barão de Cocais e cresceu em Sabará, ambas interior de Minas Gerais, estudando desenho e gravura na Escola de Belas Artes de Minas Gerais. Mais tarde passou em um concurso para cartógrafo no Ministério da Saúde, quando se mudou para o Rio de Janeiro. Durante sua vida participou de concursos e bienais recebendo diversos prêmios e teve suas obras expostas no Leilão Cenaberta- Hotel Gloria- RJ (1974) e em Salões Universitários nas cidades do Rio de Janeiro- RJ, Brasília-DF, Rio Grande do Sul-RS e Salvador-Ba.

Aprendeu a xilogravura ainda em Minas Gerais, tendo também produzido obras de pintura em tela, azulejarias, estampas, logomarcas e diversas poesias. Artista completo, com olhar cuidadoso sobre o cotidiano, gostava de buscar inspiração para suas obras em meio as paisagens cariocas, em especial no Jardim Botânico, onde relembrava os tempos bucólicos da infância. Segundo D. Margarida, sua esposa, “a arte nascia dele” e era seu principal passatempo.

A técnica de xilogravura consiste em desenho talhado sobre madeira, que pode ser impresso em papel pintando seu relevo e utilizando uma prensa para a revelação. É uma técnica popular no Nordeste brasileiro, sendo bastante conhecida através da literatura de cordel. No Recôncavo baiano encontramos a técnica através das obras de Hansen Bahia. O artista muritibano Suzart conta que conhecer o trabalho de Cesarino o inspirou a aprender a técnica e que se sente honrado em fazer parte da curadoria desta exposição. “Eu, há muito tempo, tenho pensado em fazer xilogravura mas achava que era uma coisa muito difícil e distante. Quando tive contato com estas obras, fiquei impressionado e incentivado em procurar e pesquisar sobre material e técnicas. É com grande prazer em fazer a curadoria de um artista com trabalhos incríveis que eu estou envolvido e estudando o que é a xilogravura.”

O projeto tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural e Secretaria de Cultura da Bahia. Conta ainda com o apoio da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB e das prefeituras municipais de Muritiba, Cruz das Almas e Cachoeira.

Serviço:

O que: Exposição O COTIDIANO EXPRESSO PELA ARTE - GRAVURAS DE CESARINO

Quando:

Muritiba - 08 de abril a 22 de maio;
Cruz das Almas - 27 de maio a 30 de julho;
Cachoeira 01 de setembro a 01 de outubro.

Onde: Recôncavo:

Muritiba - Avenida Rui Barbosa, n° 18, centro;
Cruz das Almas – Casa da Cultura Galeno d'Avelírio , Rua XV de Novembro, 56, Centro;
Cachoeira – Núcleo de Memória e Documentação do Recôncavo Baiano – NUDOC, Rua Ana Nery, 09, centro.

Quanto: Gratuito

Mais informações: facebook.com/cesarinogoncalves
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...