Analytics

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Barragens de abastecimento de água para Salvador e RMS estão em estado de alerta

Barragem Pedra do Cavalo | Foto: José A B Sacramento
Apesar das fortes chuvas que atingiram Salvador nos últimos dias, a água não foi suficiente para aumentar os níveis das barragens que abastecem a capital baiana e municípios da região metropolitana.

"As chuvas não estão caindo nas áreas necessárias para promover a recuperação dos níveis das barragens. Para recarregar os mananciais que abastecem Salvador e parte da TMS, é preciso que chova na bacia do recôncavo norte, na região de Camaçari, Mata de São João e Dias D'Ávila", explica o presidente da Embasa, Rogério Cedraz.

A barragem de Pedra do Cavalo, responsável por cerca de 60% do abastecimento de Salvador, está com 62,88% da sua capacidade total de acumulação. O restante do sistema é abastecido pelas barragens de Joanes I (atualmente com 85,18% de sua capacidade total), Joanes II (36,63%), com menor contribuição dos reservatórios de Ipitanga I (41,81%) e Ipitanga II (30,91%).

Salvador conta ainda com a barragem de Santa Helena que, no ponto de captação atual, situado no rio Jacumirim, encontra-se com 59,96% da sua capacidade total. Esse reservatório reverte água para Joanes II.

Quando considerado o volume útil, calculado entre o nível máximo e o nível de captação da água, os reservatórios apresentam atualmente os seguintes percentuais de armazenamento: Pedra do Cavalo (22,85%), Joanes I (68%), Joanes II (8,08%), Ipitanga I (20,09%), Ipitanga II (30,62%) e Santa Helena (10,65%).

Fonte: BN
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...