Analytics

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Varzedo: Médico Isnaldo Cordeiro (Dr. Silva) e profissionais de USF realizam práticas educativas para gestantes

Fotos: Divulgação
O médico Isnaldo Cordeiro da Silva (Dr. Silva) e os profissionais da Unidade de Saúde da Família (USF) Antonio Inácio Rodrigues do município de Varzedo, no Recôncavo Baiano, realizaram na quinta-feira (05/12) uma prática educativa voltada para gestantes, famílias e profissionais. A ação faz parte de um trabalho efetivo que o médico e sua equipe vêm desenvolvendo constantemente e tem como enfoque principal, a diminuição de casos de doenças que podem ser prevenidas no âmbito da atenção primária.

A prática educativa vem sendo realizada para conscientizar a população sobre a importância do trabalho preventivo e mostrar que os postos de saúde são portas de entrada para os serviços oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e que o acolhimento à mulher faz parte dos pilares de estruturação da assistência primária. Baseando-se nesta concepção, Dr. Isnaldo afirma que “as gestantes quando são “empoderadas e informadas” de seus direitos tendem a desenvolver menos doenças do que aquelas que não possuem nenhuma informação e não foram preparadas durante o pré-natal para o momento do parto e para possíveis complicações”. Ainda, o médico evidencia a relevância da implementação de educação em saúde para toda a família, pois, sabe-se que as ações e estratégias de saúde podem diminuir os agravos à saúde de todos.

Dr. Isnaldo reforça também a necessidade de realização de trabalhos que focalizem também na capacitação de toda a equipe de saúde desde a recepção dos usuários, uma vez que profissionais aptos para o acolhimento do público tendem a prestar serviços com mais qualidade.
Na intervenção realizada Dr. Isnaldo focou em assuntos como “Políticas Públicas de acolhimento às mulheres, cuidados básicos durante a gestação e sinais do trabalho de parto”, esta última com o objetivo de deixar as mulheres informadas sobre quais são os sinais do trabalho de parto para que as mesmas não recorram aos hospitais e maternidades sem necessidade, pois, são unidades que atendem emergências e urgências e nem todos os sintomas apresentados pela gestante devem ser entendidos como emergenciais. Então, essa é uma informação muito importante para não sobrecarregar os hospitais e maternidades e demonstrar que as mulheres podem e “devem” procurar os postos de saúde quando tiverem alguma dúvida, isso irá garantir efetividade no acolhimento à mulher.

A atenção pré-natal destaca-se como fator essencial na proteção e na prevenção de eventos adversos sobre a saúde obstétrica. Por isso que é imprescindível a captação das mulheres e famílias para realização deste ato, pois, possibilita identificação e manejo clínico de possíveis intercorrências sobre potenciais fatores de risco que podem levar a complicações à saúde tanto da gestante quanto de seu recém-nascido.
Para Dr. Isnaldo, apesar da busca ativa, muitas gestantes do município de Varzedo necessitam de maior acompanhamento integral, contínuo e de qualidade. “Sendo assim, buscamos com essas ações diminuir a instabilidade no pré-natal e acolhimento eficaz de todas as grávidas, garantindo-as um acompanhamento de qualidade e humanizado e com muito amor, baseando-se no componente à saúde da mulher gestante e pautada nas diretrizes da rede Cegonha que é uma estratégia do SUS por meio do Ministério da Saúde (MS) que visa garantir o atendimento de qualidade, seguro e humanizado para todas as mulheres, ofertando assistência de planejamento familiar, pré-natal, parto e o puerpério, cobrindo até os dois primeiros anos de vida da criança. Assim, intervir nos problemas da sociedade levar ao reconhecimento das necessidades da área de abrangência e sobre a realidade dos serviços de saúde do município, o que poderá levar a uma resposta efetiva sobre as expectativas e carências de saúde da população”, afirma Dr. Isnaldo. Informações do Tribuna do Recôncavo.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook