Analytics

menu

Image Map

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Flica: Fundação Pedro Calmon leva ao público biblioteca móvel

Imagem: iBahia
De 14 a 18 de outubro, o município de Cachoeira, localizado à 120 km de Salvador, receberá a Festa Literária Internacional (FLICA), que contará com a participação da Fundação Pedro Calmon/Secretaria de Cultura do Estado. Como parte de sua programação, a Fundação levará ao público diversas atividades de promoção do livro e leitura e da memória, como rodas de história, oficinas, debates, lançamentos, saraus e apresentações musicais, por meio da Diretoria do Livro e Leitura (DLL), Biblioteca de Extensão (Bibex), Biblioteca Virtual Consuelo Pondé (BVCP) e o Centro de Memória da Bahia (CMB).
Todas as ações da Fundação Pedro Calmon integrarão a Campanha Leia e Passe Adiante (#LeiaePasseAdiante), que visa despertar de maneira lúdica o interesse pelo ato de ler; compartilhar leituras e livros e estimular a formação de uma rede de leitores, contadores de histórias e doadores de livros, potencializando as diretrizes que fundamentam a leitura como prática social. Todas as atividades serão gratuitas e ocorrerão em dois espaços: Praça da Aclamação – Espaço Leia e Passe Adiante e na Casa do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) – Espaço Educar Para Transformar - localizado na praça, próximo à Câmara Municipal de Cachoeira.
No Espaço Leia e Passe Adiante o público terá a oportunidade de ter contato mais próximo com diversos livros e com uma série de atividades que envolvem a leitura, por meio da Biblioteca Móvel e da Feira de Livros da Fundação. Essas unidades itinerantes, requalificadas (plotagem e acervo infantil renomado), oferecerão ao público três mil títulos literários, que estarão disponíveis à leitura e à compra, por preços módicos, a partir de R$5.
A Fundação Pedro Calmon viabilizará o lançamento de livros de autoras e autores baianos, como Sonia Rangel, Edsoleda Santos, Luiz Afonso Costa, Domingos Ailton, Tamires Lima, Luiza Helena Soares Pereira, Marcos Peralta e João Bosco Quirelli.
A Flica também será palco de lançamento da 2ª edição Revista Bahia com História, publicação digital da Biblioteca Virtual Consuelo Pondé que trata de uma grande variedade de temas da história da Bahia, de história econômica e social à história das artes e das religiões; das histórias dos sertões do norte e do oeste, da Chapada, às litorâneas do sul e do Recôncavo.
Nesta edição, a Revista Bahia com História homenageará o mês dos professores, sobretudo os de História, com uma reportagem realizada pelos historiadores, Renatinho da Silveira, João José Reis e Rafael Fontes, com o professor de História e coronel reformado do Exército brasileiro Alberto Goulard Paes Filho. Na Feira também serão instalados totens da Biblioteca Virtual para que o público possa acessar seu conteúdo, acervo e publicações. 
No Espaço Leia e Passe Adiante haverá um circuito de contação de histórias que reunirá mais de 200 crianças ao longo dos quatro dias que a Fundação estará em Cachoeira, com a presença de projetos infanto-juvenis como O Boi Multicor, do educador Jorge Conceição que resignifica os contos infantis de forma afirmativa, bem como do Livro Viajante, cuja proposta é criar e confeccionar, artesanalmente, livros em tamanho gigante
Terá também a presença dos contadores de histórias do Coletivo Amigos da Biblioteca Pública de Cachoeira e do Grupo Rouxinol, tudo pensado para que as crianças interajam com o livro e com a leitura. As contações serão acessíveis a todas as crianças, com tradução em Libras (linguagem dos sinais).
Em todos os dias da FLICA, poetas e poetizas de Cachoeira estarão reunidos em saraus interativos no Espaço Leia e Passe Adiante, com uma programação voltada para a difusão da poesia, reforçando a importância dos laços entre lazer e leitura e fomentando a produção poética local.
Para ampliar o conceito de leitura, a Fundação Pedro Calmon apostará em outras linguagens, a exemplo do repente, com a apresentação de Paraíba da Viola e da Banda de Palhaços A + Comunidade, que farão interações com crianças e jovens leitores.
A Fundação Pedro Calmon também estará no Espaço Educar Para Transformar (Casa do Iphan), onde serão realizadas Mesas de Debate intituladas Outras Leituras, que trarão discussões a cerca das políticas do livro, da leitura e de bibliotecas, além de relatos de experiências literárias com a presença de escritores como Wesley Correia e Ana Maria Gonçalves.
O Centro de Memória da Bahia, unidade da Fundação, também estará presente na FLICA, levando o projeto Conversando com sua História, com a presença do professor adjunto de História da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Antonio Liberac Cardoso Pires.
Fonte: iBahia
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook