Analytics

menu

Image Map

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

FLICA: Primeiro dia do evento tem debate sobre "gentes brasileiras" e show de Filarmônicas da cidade

Imagem: Pedro Enrique Monteiro/iBahia
Começou na noite de ontem (14) a quinta edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (FLICA), à 120 km de Salvador. O homenageado deste ano é o escritor Antônio Torres, que participou da mesa de abertura do evento junto com o jornalista Igor Gielow. A FLICA trás escritores renomados nacionais e internacionais, entre eles o brasileiro André Vianco e a escritora americana Meg Cabot.


Igor Gielow, que já cobriu guerras no Paquistão e Afeganistão, definiu o que é “gentes brasileiras”, tema da mesa em que ele e Antônio Torres participaram, sendo mediados pelo Secretário a Cultura, Jorge Portugal: “Todos nós somos partes dessa gente, de origens diferentes, tipos diferentes, históricos familiares diferentes. Mas elas têm sempre um ponto de confluência que são seus dramas, a relação com o ambiente. Essas são coisas comuns às histórias das pessoas”, disse.

Jorge Portugal comemorou o lançamento de 17 livros durante a Fliquinha que serão entregues a 332 mil crianças das escolas públicas das redes municipais e estadual. “As obras multiplicadas por cada par de olhinhos que vão ler os livros farão certamente com que sejam transformados com esse contato com a Literatura. Consigo imaginar o quanto isso vai impactar positivamente no futuro de todos eles”, falou.

Além das mesas literárias, a Flica também contou com eventos musicais. A Filarmônica Minerva Cachoeirana e a Filarmônica Lyra Ceciliana foram as primeiras atrações da noite. No circuito alternativo de shows, a banda Esquizo’frenética agitou o público no Pouso da Palavra, na primeira noite do evento.


Fonte: iBahia

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook