Analytics

menu

Image Map

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Jovem violentada por PMs já tinha sido vítima de tentativa de estupro pelos acusados

Imagem: Divulgação
A jovem de 20 anos que denunciou dois policiais militares da 49ª Companhia Independente da Polícia Militar (São Cristóvão), na madrugada de segunda-feira, sofreu uma tentativa de estupro há cerca de dois meses pelos mesmos policiais. É que o dizem os parentes do namorado dela, Marcos Kleber Correia Santos, 30, preso pelos PMs por tráfico de drogas, em Mussurunga II, no dia em que aconteceu o estupro - os dois policiais militares acabaram presos em flagrante.

“Ela me disse que, da primeira vez, foram esses mesmos policiais que invadiram a casa alugada por ela e meu filho. Queriam que confessassem que eram envolvidos com o tráfico, mas eles recusaram e então os policiais levaram a moça para um matagal. Como ela gritava muito, chamava a atenção das pessoas e então um dos policiais desistiu, mas ela foi espancada antes de ser liberada”, contou a mãe de Marcos Kleber, que preferiu não revelar o nome.

Na manhã desta terça-feira (01), a mãe e uma outra filha limparam o imóvel, que estava todo revirado. Os parentes acreditam que o estupro na última segunda-feira (30) aconteceu porque a jovem denunciou a tentativa de estupro na Corregedoria da Polícia Militar. “Só pode ser isso. Uma vingança porque ela não se intimidou”, disse uma irmã de Marcos que também preferiu não revelar o nome.

Estupro

Segundo a mãe e a irmã de Marcos Kleber, o estupro aconteceu por volta da 1h de segunda-feira, numa casa no Caminho 11, do setor I de Mussurunga II. De acordo com elas, pelo menos quatro policiais foram relatados pela jovem como sendo aqueles que invadiram a casa. 

“Eles arrancaram a grade do portão e arrombaram a porta enquanto meu filho e a namorada dele dormiam. Eles reviraram tudo. Depois, dois policiais ficaram com o meu filho, enquanto os outros dois PMs levaram a namorada dele para uma casa ao lado, que estava abandonada e a estupraram”, disse a mãe de Marcos Kleber.

Ainda de acordo com a mãe, a jovem relatou a violência sexual. “Ela disse que eles vendaram os olhos dela com um pano e que foi estuprada no momento em que estava encolhida no chão. Que os policiais bateram nela de toalha molhada e que um deles ameaçou usar um cabo de vassoura, mas o outro PM não deixou”, contou a sogra da vítima. Ela contou que o filho é dono de uma mercearia no bairro e que a namorada trabalhava com ele.

Delegacia

Preso por tráfico na última segunda-feira, 30, Marcos Kleber Correia Santos, 30, contou ao delegado Antônio Fernando, titular interino da 12ª Delegacia (Itapuã), que escutou a namorada pedir socorro, mas que nada podia fazer. “Ele disse que só escutava os gritos da mulher e chorava muito quando lembrava de tudo”, disse o delegado.

Marcos confirmou que a namorada já tinha sido vítima de tentativa de estupro há cerca de dois meses. Os policiais apreenderam na casa dele 41 trouxinhas de cocaína. Segundo o delegado, ele confessou que a droga encontrada era dele. Marcos responde processo por tráfico de drogas na 3ª Vara de Tóxicos de Salvador.

Fonte: Bruno Wendel
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Facebook