Analytics

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Manobra para substituição de relator adia apreciação de processo contra Eduardo Cunha

Imagem: Lucio Bernardo Jr
A decisão da mesa diretora, que declarou o impedimento do relator Fausto Pinato (PRB-SP) de permanecer na condução do processo contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PDMB-RJ), o presidente do Conselho de Ética, José Carlos Araújo (PSD-BA), determinou a suspensão da sessão do órgão, por mais uma vez, a apreciação da matéria - no lugar de Pinato, Araújo indicou para reltor o deputado Zé Geraldo (PT-PA).


 “Não posso colocar em risco aquilo que o povo brasileiro espera de nós. Eu preciso fazer aquilo que o povo quer. Não posso passar por cima de uma decisão da mesa. Nós temos pressa porque o que estão fazendo conosco é um absurdo e o Brasil está acompanhando”, lamentou Araújo. Entre os deputados que se manifestaram contrários ao adiamento, Júlio Delgado (PSB-MG) reclamou que a sessão foi “humilhante” e transformou o Conselho em um “circo”. “É uma humilhação para nós”. “Se o Conselho não tiver uma postura correta com relação a imagem do parlamento, nós temos que fechar esse Conselho. Deixa que a mesa diretora da Câmara tome as decisões”, criticou Delgado.


Araújo declarou ainda que estão excluídos parlamentares dos partidos PMDB, PP, PTB, DEM, PRB, SD, PSC, PHS, PTN, PMN, PRP, PSDC, PEN e PRTB de participar do sorteio do novo relator do processo, após parlamentares suscitarem ainda o impedimento de Zé Geraldo. Em meio à confusão, os membros da mesa diretora reclamaram que o impedimento de Pinato foi uma decisão monocrática do vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA)

Fonte: Bahia Notícias
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Facebook