Analytics

menu

Image Map

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Vereadores aprovam aumento de salários; campanha tenta derrubar reajuste em Porto Seguro

Foto: Reprodução | O Povo News
Em meio à crise financeira que afeta a União, os Estados e os Municípios, vereadores de Porto Seguro, na Costa do Descobrimento, aprovaram um aumento de salário para categoria de 23%. O reajuste foi consentido em duas votações, a última ocorrida nesta terça-feira (5).

Segundo informações da Câmara local, o aumento recebeu a aprovação de 12 vereadores, incluindo o presidente da Casa, Elio Brasil dos Santos. Outros cinco edis não foram à Câmara e deram uma espécie de "cheque em branco" para a maioria. 

O salário dos vereadores da cidade deve ficar em R$ 12,6 mil (hoje, é de R$ 10 mil), e serão pagos em janeiro de 2017, como prevê a iniciativa que segue agora para sanção da prefeita Cláudia Oliveira. 

Ainda segundo a Câmara, a justificativa para o reajuste seria o congelamento dos vencimentos dos edis desde 2013 e a equiparação aos salários dos deputados estaduais baianos. Atualmente, um deputado recebe na Assembleia Legislativa em torno de R$ 25,3 mil. 

O aumento indignou cidadãos. Um comerciante da cidade, Luiz Augusto Câmara, junto com outros moradores encampa um abaixo assinado para não só derrubar como exigir a redução dos vencimentos. 

"Antes, a campanha era para não ter aumento, agora é para reduzir salários, e isso é mais do que possível. Nós não podemos aceitar um aumento desse, feito na calada da noite", disse ao Bahia Notícias. Ainda de acordo com Luiz Augusto, a meta é chegar a 15 mil assinaturas e demover o "feito" dos edis. 

Para engrossar a campanha, uma página no Facebook explica a motivação da inciativa e aponta municípios onde ocorreram redução de salários de vereadores. O Bahia Notícias tentou contato com o presidente da Câmara de Porto Seguro e outros vereadores, mas não conseguiu falar com os políticos.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook