Analytics

menu

Image Map

sábado, 6 de outubro de 2018

Associação dos Sociólogos da Bahia emite Nota de Solidariedade ao professor acusado de tentar atropelar vendedores de camisetas de Bolsonaro

Imagem: Divulgação 
A Associação de Sociólogos da Bahia (ASEB) emitiu uma Nota de Solidariedade ao Professor Doutor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) Nelson Eugênio Pinheiro Montenegro que está sendo acusado de ter jogado o carro contra pessoas que estavam vendendo camisetas do candidato à presidente da República Jair Bolsonaro em Salvador, capital do estado da Bahia (saiba mais). Leia abaixo:

Nota de Solidariedade

"A Associação de Sociólogos da Bahia (ASEB) vem manifestar em relação ao fato envolvendo o Professor de Ciências Políticas da UFRB, DR. NELSON EUGENIO PINHEIRO MONTENEGRO, que se envolveu em um incidente com eleitores no dia 05 de Setembro em Salvador – BA.

Conforme apuração, evidenciamos que o Professor passou por pessoas vendendo camisetas do candidato Bolsonaro. Ao recusar a oferta foi agredido verbalmente. Sentindo–se ameaçado, acelerou o carro para escapar do constrangimento e acabou batendo o retrovisor no varal das camisetas. Assustado ele fugiu do local sendo perseguido por um homem armado que era policial e ainda chamou reforços.

O professor conseguiu refugiar-se em um condomínio próximo ao local do incidente, onde foi capturado pela policia militar e levado à delegacia. Felizmente não houve vitimas, não houve tentativa de atropelamento como vem sendo noticiado. Ele responderá a processo por danos materiais.

O Professor que estuda comportamento eleitoral está habituado ao debate político plural, tem uma conduta ilibada e ponderada como atestam seus colegas e alunos. Não é uma pessoa agressiva ou violenta. Ao contrário do que foi veiculado, não tentou atropelar ou atentar contra a vida de ninguém.

Entendemos que esse episódio lamentável é resultado de uma sociedade em polarização anômica. Onde pequenos conflitos são potencializados por um ambiente eleitora acirrado pela intolerância. Diante o exposto, a ASEB vem prestar solidariedade ao colega e esclarecer esse mau entendido. Reafirmamos nossa convicção na democracia e na tolerância e repudiamos a violência na política."
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook