Analytics

menu

Image Map

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Chantageada após deixar celular em loja relata como suspeito ameaçou vazar 'nudes': 'Se você não ficar comigo, partiu grupo'

Foto: Reprodução
A mulher que foi chantageada após ter deixado um celular com fotos íntimas em uma loja do município de Feira de Santana, a 100 km de Salvador, relatou como o dono do estabelecimento ameaçou vazar 'nudes' dela caso não aceitasse fazer sexo com ele. O homem foi preso em flagrante, em um motel da cidade. O empresário, identificado como Fernando Alves Sousa Coelho, de 34 anos, teve acesso às fotos da vítima depois que a mulher foi até a loja dele para trocar de celular.

Ela pegaria um novo aparelho e daria o dela como entrada. Segundo a polícia, a troca de celulares ocorreu no dia 13 de outubro e as chantagens começaram dois dias depois. "No que eu dei o meu como entrada, ele pegou e disse que ia resetar o aparelho. Do meu lado, ele me mostrou que estava resetando. Depois, no entanto, começou a me ameaçar" destacou a vítima, que é mãe de uma adolescente de 15 anos.O suspeito entrou em contato com a vítima por meio do WhatsApp, falou sobre as fotos e passou a ameaçar divulgar as imagens nas redes sociais, caso a mulher não fizesse o que ele queria. "Primeiro, ele me chamou para sair: 'Vamos sair'. E eu falei: 'Eu não vou sair com você, porque você tem namorada'. Aí ele: 'Largue de besteira, eu sei de muita coisa sua'. Aí eu falei: 'Prove'. E ele começou a me mandar foto, começou a mandar conversa de WhatsApp, vídeos meus com amigas minhas.

Aí, ele começou com as ameaças: 'Se você não ficar comigo, partiu grupo'", contou a mulher.As negociações entre a vítima e o suspeito duraram cerca de uma semana. Foi o período em que ela tentou convencê-lo a apagar as fotos. Como não conseguiu, a mulher aceitou ir para um motel com o suspeito. O advogado da vítima, Périclies Novais, disse que, no local, o homem tentou estuprar a mulher, que chamou a polícia. O suspeito foi preso no motel, na tarde do domingo (21). "Ela entrou em contato comingo assim que começaram as ameaças e nós prestamos a queixa na delegacia. No dia 21, domingo agora, houve um fato consumado, que ele encaminhou ela para um motel e lá tentou estuprar. Nesse momento, ela ligou para a polícia e a polícia, acionada, o prendeu em flagrante e o encaminhou para a Delegacia da Mulher", destaca o advogado.O celular do suspeito com as conversas ameançando a vítima já está com a polícia. A delegada que investiga o caso, Edileuza Suely Cardoso Ramos, titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), disse que o suspeito confessou o crime e se disse arrependido após ser preso. Ele foi foi autuado por violação sexual mediante ameaça.

"Alegou que não fez intecionalmente a busca pelos dados. Apenas quando foi alterar a senha do novo Iphone adquirido na loja dele, foi feito imediatamente um backup para o computador. Então, quando ele acessou o computador e de posse desses dados, ele começou a chantagear a vítima", afirmou a delegada.

Fonte: G1
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook