Analytics

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Nº de mortes por dengue em Feira de Santana sobe para 3 em 2019

Foto: Reprodução
O Laboratório Central de Saúde Pública (Lecen) confirmou, na quinta-feira (21), que subiu para três o número de mortes por dengue na cidade de Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador, somente em 2019 e que um quarto óbito está sendo apurado para saber se ocorreu em decorrência da doença. De janeiro até 21 de fevereiro, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a cidade registrou 1.617 notificações de dengue, sendo que, desses, 600 foram confirmados.

Com o alto número de registros, as autoridades de saúde falam em surto. A doença é transmitida pelo mosquito, Aedes aegypti, também transmissor da chikungunya e da zika. Uma das mortes confirmadas na cidade foi de uma jovem de 18 anos, que teve dengue hemorrágica. As outras duas vítimas não tiveram nomes e idades divulgadas. Os locais com maiores registros são os distritos de Matinha e Maria Quitéria, na zona rural, e os bairros Viveiros e Tomba, na zona urbana.

No final do mês de janeiro deste ano, a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) divulgou um alerta por conta do número de casos da doença registrado nos primeiros dias do ano. O número de mortes em 2019 em decorrência da doença já supera o registrado durante todo o ano de 2018, quando foram registrados dois óbitos.

A Secretaria de Saúde da cidade informou que 337 agentes de endemias trabalham para alertar a população sobre os riscos. O número de agentes, segundo o órgão, foi calculado com base na quantidade de residências, mas pode ser intensificado. "Hoje, se faz um levantamento de imóveis para que assim possamos apresentar o mais breve possível. Caso seja necessário, o prefeito em nenhum momento tem se eximido de fazer qualquer tipo de contratação", disse a secretária Denise Mascarenhas.

Fonte: Tribuna da Bahia 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook