Analytics

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

SAJ: Cinco meses após ter casa alagada, moradora ainda não foi ressarcida pela EMBASA

Foto: Reprodução
Cinco meses após ter a sua casa alagada por conta de um vazamento na tubulação da Embasa, Simone Gonçalves, moradora da Avenida Esperança, Bairro Maria Preta, em Santo Antônio de Jesus, segue tentando ressarcimento por parte da EMBASA.

O incidente aconteceu no dia 7 de setembro de 2018, enquanto a moradora estava no centro da cidade. Ao voltar para casa Simone se deparou com os seguintes objetos danificados pela água: Um centro de sala, Um aparador, Um guarda roupa, Uma cômoda Uma mesa de computador, Um jogo de sofá; e, Um fogão.

Segundo Simone, o valor do prejuízo foi em torno de R$ 7 mil reais, mas durante a negociação com os representantes da Embasa, realizada no dia 11 de janeiro, ela aceitou um acordo de R$ 3 mil reais para ser pago em cheque, no entanto, até o presente momento o pagamento não foi feito.

“Já liguei pra lá várias vezes e eles sempre falam que a documentação estava com o jurídico, aí eu fui na Embasa hoje [18] e eles me falaram que os papeis voltaram do jurídico, mas que o ressarcimento ainda não estava liberado”, disse Simone, ressaltando que procurou a imprensa por não suportar tamanha demora e burocracia da Embasa para fazer o pagamento do valor acordado.

Fonte: Blog do Valente
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook