Analytics

segunda-feira, 1 de abril de 2019

Comissão divulga Relatório Parcial da Autoavaliação Institucional da UFRB

Foto: Reprodução
Com 302 páginas, o Relatório de Autoavaliação Institucional da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) referente ao quarto ciclo avaliativo 2018-2020, já encontra-se disponível para consulta dos interessados. O documento, produzido pela Comissão Própria de Avaliação (CPA) sintetiza o processo de autoavaliação institucional do último ano. Pela primeira vez, a coleta de dados foi realizada para professores e alunos no módulo de Autoavaliação do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas SIGAA.

O número de alunos e o envolvimento deles na divulgação da autoavaliação ampliaram a coleta de dados, aproximando-se mais da realidade da categoria na UFRB. Os servidores técnicos – administrativos, funcionários terceirizados e a comunidade externa fizeram a autoavaliação no site institucional. A Coordenação da CPA aponta “que este ciclo avaliativo obteve uma participação significativa, o que amplia o grau de confiabilidade dos resultados e enaltece o trabalho das subcomissões nos Centros, uma vez que a escrita do Relatório é uma atividade das subcomissões que participam ativamente do processo”.

De posse do relatório, como instrumento de construção da universidade, os usuários internos e externos podem utilizar os dados para o acompanhamento do PDI (Plano de Desenvolvimento Institucional) e dos seus desdobramentos. Os dados servem também para planejar, monitorar, avaliar e avançar na direção de uma universidade plural, pública e de qualidade onde só é possível a todos os sujeitos das comunidades interna e externa tomarem o destino dessa instituição em suas mãos, influenciando as decisões e os caminhos de crescimento e desenvolvimento da UFRB.

O relatório responde a uma necessidade legal expressa a partir da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) que atribui ao Governo Federal a responsabilidade de assegurar o processo nacional de avaliação das instituições de educação superior, para avaliar os cursos das instituições de educação superior (Lei 9.394 de 20 de dezembro de 1996, art. 9, VIII e IX), mas não se resume a isso.

A autoavaliação institucional busca também contemplar a análise global das dimensões, estruturas, relações, compromisso social, atividades, finalidades e responsabilidades sociais da UFRB e de seus cursos. A CPA tem como missão a construção do Relatório, de modo que os dados coletados e analisados sejam utilizados em todas as instâncias da UFRB para promover uma gestão participativa e inclusiva, visto que as informações do Relatório são a voz da Comunidade interna e externa falando para a UFRB. E agradece o apoio de todos que colaboraram para construção desse processo.


Fonte: Forte na Notícia 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook