Analytics

segunda-feira, 8 de abril de 2019

Jornalista Carlos de Lannoy é ameaçado por cobertura de carro fuzilado pelo Exército

Jornalista Carlos de Lannoy - Foto: Reprodução | Globo
O jornalista Carlos de Lannoy denunciou que foi ameaçado por causa da cobertura do caso do carro da família que foi fuzilado por militares do Exército, neste domingo (saiba mais). No Twitter, o repórter da Rede Globo disse que as ameaças aconteceram em seu perfil no Instagram após a reportagem ser exibida no "Fantástico".

No print postado por de Lannoy, o perfil supostamente de um homem diz, entre outras coisas, que "mexeu com o Exército, assinou sua sentença. Sua família vai pagar. Aguarde cartas". O jornalista respondeu à ameaça dizendo que "não ficará assim".
Depois que a ameaça repercutiu, o ameaçador excluiu seu perfil no Instagram e no Twitter. Antes, ele pediu desculpas ao jornalista, disse que o comentário foi apagado e que de Lannoy "é um grande profissional".
Depois que a ameaça repercutiu, o ameaçador excluiu seu perfil no Instagram e no Twitter. Antes, ele pediu desculpas ao jornalista, disse que o comentário foi apagado e que de Lannoy "é um grande profissional".
Nas redes sociais, o homem, que é do Rio Grande do Norte e formado em Direito, se diz fã do ministro da Justiça, Sérgio Moro, e apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e da ditadura militar.
Ele também já fez críticas às investigações do caso Marielle Franco e à deputada federal Maria do Rosário (PT-RS).

Fonte: O Dia
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook