Analytics

sexta-feira, 28 de junho de 2019

Do céu ao inferno: Maragogipe vira capital do desemprego e violência na Bahia

Foto: Reprodução
O município de Maragogipe, região do Recôncavo Baiano, vem sofrendo um declínio em seu desenvolvimento cultural, econômico e social. Tudo isso, por conta de falcatruas e corrupções arquitetadas por grupos políticos da cidade.

Dentre esses esquemas ilegais, foram comprovados desvios de dinheiro, licitações que uma mesma empresa sempre ganha e contratos milionários, o que resultou no município hoje, com base em dados no Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal, virar a capital baiana do desemprego, com altos números de violência.

O ex-prefeito da cidade, Silvio Ataliba, em entrevista concedida ao programa Rádio Total, da Rádio Paraguaçu FM na manhã desta sexta-feira (28), relata que Maragogipe vem sofrendo um retrocesso gigantesco em sua história.

Ataliba conta que foram feitas mais de 18 denúncias tanto no Ministério Público Local, quanto na Procuradoria Geral do Estado da Bahia. Nessas denúncias, muitas envolvem o nome da Prefeita da Cidade, Vera Lúcia Maria dos Santos e o Presidente da Câmara de Vereadores, "Luisinho". Onde consta que o vereador comprou um carro de luxo pago à vista em nome de um mercadinho fictício localizado no Nordeste de Amaralina, bairro de Salvador.

Por ter sido prefeito do município antes da atual gestão, Silvio Ataliba deixa claro que as denúncias não se tratam de perseguição a Vera Lúcia, mas sim o melhor para Maragogipe.

“Não se trata de disputa eleitoral, se trata de proteger o município, não é justo que o município retroaja tanto como Maragogipe está retroagindo.”

Câmara de Vereadores

Durante a entrevista um dos pontos levantados pelo ex-prefeito foi como a Câmara Municipal de Maragogipe é ineficiente e trabalha contra o povo da cidade.

Silvio Ataliba relata que muitos vereadores nem sabem direito o que estão fazendo, como ocorreu nesse mês, onde um Projeto de "perseguição" que se transformou em Lei, o Presidente da comissão assinou ao documento, aprovando, e quando foi questionado pelo grupo sindical responsável pelo tramite do projeto, afirmou que não havia assinado tal documento, e constava sua assinatura no papel.

“A câmara de vereadores de Maragogipe se transformou em um cartório que só faz autenticar e homologar as coisas erradas que estão acontecendo na gestão pública,” afirma Silvio Ataliba.

Ilegalidades

Outro exemplo de tramites ilegais realizados pela Prefeitura Municipal citado pelo Ex-prefeito Silvio Ataliba, foi um contrato no nome de José Bispo Gomes, sobre uma compra de 3200 sacos de cimentos, entretanto é registrado que ele vendeu para a prefeitura de Maragogipe 18 mil sacos de cimento.

“Quando você vai olhar, esse cidadão tem uma loja simples de material de construção. O que acaba deixando boquiaberto as pessoas é o volume de contratos feitos entre a Prefeitura e esse cidadão.” Conta Ataliba.

Para finalizar a entrevista, o Ex-prefeito Silvio Ataliba relembrou com saudosismo os projetos que elevaram Maragogipe durante sua gestão, gerando emprego, melhorando a educação e elevando a cultura local. Algo que hoje é extinto na cidade.

A equipe do Boca de Forno News entrou em contato com a assessoria da Prefeita Vera Lúcia, que ficou de ver com a gestora como irão proceder em relação as denúncias. Até o momento, nenhuma resposta foi enviada.

A equipe do Boca de Forno News também tentou contato com o Presidente da Câmara de Vereadores, Luisinho, mas não teve êxito, pois o telefone só dava linha ocupada.

Fonte: Boca de Forno News
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook