Analytics

menu

Image Map

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Oposição obstrui trabalhos e adia votação das contas de Rui

Foto: Reprodução
A oposição obstruiu ontem os trabalhos na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) e a votação das contas de 2015 do governador Rui Costa (PT) foi adiada. Segundo o líder do governo na Casa, Rosemberg Pinto (PT), a expectativa é que os deputados analisem na próxima terça-feira as contas do chefe do Palácio de Ondina.

Para que este item seja apreciado, é preciso antes que dois projetos de parlamentares sejam votados, mas não há acordo para hoje. "Não tem acordo nenhum. Não se pode ter acordo para todas as imoralidades perpetradas nessas contas. Essas contas, em especial as de 2015, foram votada e tem 42 itens apontados no parecer pelo Tribunal de Contas do Estado. Isso é fato recorrente, que se repetiu em 2016, 2017 e 2018.

Extravasou com os auditores, que nunca fizeram isso, protagonizando um protesto documentalmente. Então, não tem como (votar)", afirmou o líder da minoria, Targino Machado (DEM). Ontem, o líder do governo disse que não há acordo ainda com os oposicionistas para que as propostas sejam votadas e as contas de Rui entrem em votação. “Nós vamos amanhã (hoje) apreciar os projeto de deputados. Se chegar um acordo para ser um, dez, 200, não tem problema nenhum.

Se chegar acordo, vota. Uma acordo para a limpar a pauta”, declarou o petista. Com 44 recomendações, as contas do governador relativas a 2015 foram aprovadas em 2016. Na época, o parecer prévio do conselheiro João Bonfim foi acompanhado por todo o colegiado, mas houve discordância sobre a inclusão de ressalvas e determinações sugeridas por alguns conselheiros. O impasse foi decidido pelo voto de desempate do então presidente do TCE, conselheiro Inaldo da Paixão.

Fonte: Tribuna da Bahia
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook