Analytics

menu

Image Map

segunda-feira, 9 de setembro de 2019

Cachoeira: População se manifesta, dá abraço simbólico na Santa Casa e exige que prefeitura retome convênio

Foto: Leitor Repórter DdN
Representantes de comunidades rurais e da sede do município, juntos aos estudantes realizaram, na manhã desta segunda-feira (9), um abraço simbólico no quarteirão da Santa Casa de Misericórdia de Cachoeira. Uma articulação de mulheres reuniu centenas de pessoas, além de contar com a participação de homens que se uniram em prol da causa.

As pessoas se concentraram em frente ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais, de onde partiram em passeata com destino a prefeitura do município para reivindicar, através de um ofício, o cumprimento do convênio. Logo em seguida, os participantes foram para a Santa Casa e deram um abraço simbólico em volta do prédio, e num tom de protesto bradaram: - “Somos todos Santa Casa, somos todos Cachoeira!”.

O protesto é referente ao direcionamento dos partos normais que deveriam ser feitos no Hospital São João de Deus, já que o centro de parto normal e o cirúrgico estão requalificados, no entanto, os Postos de Saúde da Família – PSF do município tem encaminhado os pacientes para a Santa Casa de Misericórdia de São Félix.
Foto: Caique Fialho
A militante sindical, Eliana Gonzaga, que coordenou o ato falou com a reportagem do Midia Recôncavo, que a Santa Casa precisa de todos os cachoeiranos e que hoje foi provado que a população está com o propósito de manter o espaço erguido. “Não podemos perder a identidade de nossa gente, precisamos que as mulheres cachoeiranas tenham seus filhos naturais de Cachoeira e, se essas parturientes continuarem sendo encaminhadas para outros municípios daqui, alguns tempos não teremos mais cachoeiranos”, disse a militante.

A ação terminou com uma palestra sobre a saúde da mulher que foi ministrada por Maria José, enfermeira responsável pela coordenação de enfermagem obstétrica do Hospital São João de Deus.

A prefeitura municipal emitiu a seguinte nota:

Nota de Esclarecimento sobre a Santa Casa de Cachoeira

A Prefeitura de Cachoeira considera de extrema relevância os serviços de saúde prestados pela Santa Casa de Misericórdia. Tanto assim, que somente em 2019, a Secretaria de Saúde destinou para a Santa Casa mais de R$ 940 mil, através do Programa de Pactuação Integrada (PPI) para a prestação de 56 serviços. No entanto, o problema está na gestão da Santa Casa, que, embora receba o recurso acima mencionado, não presta boa parte dos serviços que deveriam ser executados.

O convênio de cooperação financeira que a Prefeitura tinha com a Santa Casa destinava para a instituição hospitalar o valor de R$ 30 mil mensalmente. Contudo, houve a necessidade de interrupção do contrato, visto que a Santa Casa descumpriu cláusulas relacionadas à prestação dos serviços que deveriam ser executados com os valores do convênio.

A Santa Casa enfrenta uma grave crise financeira, desencadeada por uma desastrosa gestão administrativa. Tememos pelo fechamento desta importante instituição, que muito representa para a população cachoeirana. Atualmente, o recurso contratualizado pelo Estado para a Santa Casa é no valor de R$ 408 mil por mês, porém a instituição recebe R$ 179 mil, pois não consegue executar mais atendimentos por ter demitido médicos que a muitos anos trabalhavam na Santa Casa, pelo motivo desses profissionais terem cobrado os salários devidos.

Na contramão do vive a Santa Casa, o Município de Cachoeira é um dos poucos da Bahia a realizar 100% de cobertura no atendimento à saúde para a população. São 13 Unidades de Saúde, 6 Postos Satélites, 9 ambulâncias, uma Unidade Móvel, uma Unidade de Pronto Atendimento em Santiago do Iguape, um Centro de Fisioterapia, um Centro de Especialidades Odontológicas e uma Policlínica Municipal, referência na região, com 16 especialidades médicas disponíveis para toda a comunidade cachoeirana, nas áreas de Cardiologia, Cirurgia Geral, Dermatologia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Gastroenterologia, Ginecologia, Infectologia, Oftalmologia, Ortopedia, Pediatria, Psicologia, Psicopedagogia, Terapia Ocupacional, Ultrassonografia e Urologia, realizando mensalmente cerca de 900 atendimentos.

Temos credibilidade junto à população e aos profissionais da saúde, porque cumprimos com nossas obrigações e honramos com os pagamentos de todos que nos prestam serviços. Sendo assim, nos colocamos à disposição da população cachoeirana para assumir a gestão da Santa Casa de Misericórdia de Cachoeira, bastando somente a renúncia do atual provedor.

Prefeitura de Cachoeira
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook