Analytics

menu

Image Map

quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Cabaceiras do Paraguaçu: prefeito Abel é acusado de superfaturar shows de bandas no São João

Foto: Reprodução | TVSAJ
O prefeito de Cabeceiras do Paraguaçu, no Recôncavo Baiano, Abel Silva dos Santos (PTB), é acusado de superfaturamento em contratação de bandas para os festejos juninos do ano de 2017. A denúncia tramita na Câmara de Assuntos Criminais do Tribunal de Justiça da Bahia, onde uma audiência está agendada pera esta quinta-feira (24), a partir das 13h30min.

Conforme documentos constantes na denúncia, uma banda de forró se apresentou na cidade e recebeu o valor de R$ 75.000 (setenta e cinco mil reais), sendo que no mesmo período a mesma banda se apresentou em outro município da região por apenas R$ 8.000 (oito mil reais). A farta documentação consta de cópia do extrato de contrato referente aos dois municípios.

Outra banda foi contratada e se apresentou na cidade pelo valor de R$ 40.000 (quarenta mil reais), sendo que no mesmo período recebeu R$ 25.000 (vinte e cinco mil reais) para tocar em outro município da região. Também foi adicionada cópia de contrato onde esta mesma banda se apresenta em uma festa de grande porte, promovida por outra prefeitura, pelo valor de R$ 25.000 (vinte e cinco mil reais).

Uma terceira banda recebeu a quantia de R$ 40.000 (quarenta mil reais), em Cabaceiras do Paraguaçu, enquanto que na cidade vizinha, cujos festejos são tradicionais, a mesma banda se apresentou por R$ 20.000 (vinte mil reais).

Além da acusação por superfaturamento nas comemorações do São João de 2017, o prefeito Abel também responde por denúncias em valores pagos em contratos por serviços de limpeza urbana e coleta, aquisição de materiais de informática e combustível. Além disso, também estão sendo apuradas denúncias de desvio de verba da educação para gastos com festas na cidade. (Informações do ProtagonistaFSA).
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook