Analytics

menu

Image Map

terça-feira, 19 de novembro de 2019

Maragogipe: Silvio Ataliba tem vantagem em todos os cenários, aponta pesquisa BN/Séculus

Foto: Reprodução | Digal Vieira
Silvio Ataliba (PT) sai na frente em todos os cenários em Maragogipe, no Recôncavo Baiano, segundo levantamento de intenções de voto para as eleições de 2020 realizada pelo Bahia Notícias e pela empresa Séculus Análise e Pesquisa.

Em um primeiro cenário estimulado, Ataliba alcança os 40,0% das intenções de voto. O segundo colocado é Luizinho que aparece com 15,15%. Rosa é quem surge em seguida com 9,09%, seguida de Digal com 7,58%. Empatados com 6,06% aparecem Tutuca e Valnício. Depois está Fernandinho (3,33%) e Denes (0,91%). Os eleitores que não votariam em nenhum dos candidatos apresentados representam 6,06%, não sabem 4,24% e não opinaram 1,52%.

Quando não foram apresentados nomes de candidatos, Silvio Ataliba foi citado por 37,88%. Vera somou 10,91%, Valnício 5,76%, Tutuca 5,15%, Rosa 4,55%, Luizinho e Digal obtiveram o mesmo índice de 3,03%, enquanto Fernandinho pontuou 1,21%. Por fim e com a mesma pontuação aparecem Tinho, Roberto Camim e Poeta Crispim Quirino com 0,61%. Nesse cenário não souberam 13,93%, não escolheriam nenhum 9,39 e não opinaram 3,33%.

A pesquisa também questionou, de maneira estimulada, quem os eleitores achavam que ganharia a eleição para prefeito em Margogipe. Ataliba alcançou os 54,55%. Em seguida aparece Luizinho com 22,73%. Digal foi o terceiro com 3,64%, e foi seguido de Tutuca (3,03%), Rosa (2,42%), Valnício (2,12%), Denes (1,82%) e Fernandinho (1,52%). Não souberam 3,62%, escolheram a opção "nenhum" 2,73% e não opinaram 1,82%.

Em outro cenário estimulado, os eleitores foram questionados em quem não votariam de jeito nenhum. Rosa foi o nome com maior índice ao atingir os 21,21%. Fernandinho foi o nome seguinte com 13,33%. No terceiro lugar aparecem com a mesma pontuação Silvio Ataliba e Digal (10,61%). Luizinho aparece com 9,09%, Denes com 10,30%, Tutuca com 8,79% e Valnício com 5,15%. Nenhum foi a opção de 5,45%, não sabe de 4,24% e não opinaram 1,21%.

O levantamento Bahia Notícias e Séculus Análise e Pesquisa ouviu 430 pessoas entre os dias 3 e 4 de novembro. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de três pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. Informações de Jade Coelho do BN.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook