Analytics

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Justiça determina soltura de Jean após ser acusado de agredir a mulher

Foto: Reprodução
A Justiça do estado da Flórida, nos EUA, determinou após audiência de custódia na tarde desta quinta-feira, 19, a soltura do goleiro Jean, do São Paulo. O atleta passou a noite na prisão após ser acusado de agredir a mulher, Milena Bemfica, com quem passava férias no país.

De acordo com a assessoria de imprensa do goleiro, Jean sairá da cadeia até 19h (horário de Brasília) por questões burocráticas. O registro do jogador na polícia dos EUA foi atualizado, anunciando sua soltura, e o advogado de defesa do atleta confirmou a informação ao UOL.

Na audiência de custódia, ficou determinado que Jean não poderá se aproximar de Milena e nem portar armas. A juíza Amy J. Carter, do 9º Tribunal Judicial da Flórida, em Orlando, responsável pelo Condado de Orange, autorizou que o goleiro tenha contato com as duas filhas, mas apenas com a presença de terceiros. Por fim, o documento diz que o goleiro não poderá ter proximidade com Milena nem mesmo se a vítima quiser.

Em publicação no Instagram, o avô de Jean, Antônio Tillemont, comemorou a decisão da audiência. "SOLTO!!! Em audiência nos EUA, o juiz acabou de decidir pela soltura de JEAN, que pelas exigências de alguns procedimentos da própria Corte, será liberado dentro de 1 a 4 horas. O processo foi arquivado sem necessidade de pagamento de fiança. Não será deportado, não teve visto de passaporte cassado, apenas, ficará fichado, mas como processo arquivado", escreveu o radialista e ex-candidato à presidência do Bahia.

Fonte: A Tarde
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook