Analytics

menu

Image Map

Nobeta

terça-feira, 24 de março de 2020

Cachoeira: Apesar do Covid-19, empresa de curtimento de couro mantém operação com 600 pessoas

Foto: Reprodução
A empresa de beneficiamento de couro bovino Mastrotto Brasil, com sede em Cachoeira, no Recôncavo Baiano, segue sua operação a todo vapor, com 600 colaboradores trabalhando normalmente, mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Segundo a própria empresa, alguns desses trabalhadores residem em Feira de Santana, município com seis casos confirmados da doença.

O Bahia Notícias entrou em contato com o departamento de recursos humanos da empresa, que confirmou a informação, mas disse que estão sendo tomadas “medidas preventivas”, sem dar mais detalhes sobre quais seriam as ações que diminuiriam as possibilidades de contaminação diante de uma aglomeração de 600 pessoas.

A prefeitura de Cachoeira informou que, nesta terça-feira (24), publicará um decreto proibindo atividades comerciais no município, a exceção de supermercados e serviços essenciais. A medida tem sido padrão em grande parte dos municípios do estado, que visam de proteger diante da possibilidade proliferação do Covid-19. Perguntada se o decreto atingiria o funcionamento da Mastrotto, a comunicação da gestão municipal disse que sim, mas que tudo dependeria de “bom senso”.

Em nota, a Mastrotto Brasil disse se preocupar com a saúde dos seus colaboradores no contexto da pandemia e elencou procedimentos internos de prevenção, como: restringir o acesso de parceiros, terceirizados, fornecedores e visitantes nas áreas da empresa; uso de equipamentos de proteção individual (EPI); higienização permanente; proibição do acesso de clientes por 15 dias; maior distanciamento físico entre os funcionários; e liberação dos trabalhadores que apresentam quadro de risco. (BN).
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook