Analytics

terça-feira, 9 de junho de 2020

Cadastro para o auxílio emergencial passa a ser feito em agências dos Correios

Foto: Reprodução 
Mais de seis mil agências da empresa, presente em todos os municípios do país, estão habilitadas a fazer o cadastramento de quem precisa do auxílio emergencial. A expectativa é realizar até 27 milhões de atendimentos. A capilaridade da estatal foi um dos fatores que motivou o acordo, conforme disse o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

“Há uma porção importante da sociedade brasileira que é ainda mais vulnerável e que precisa de ajuda para fazer o cadastramento. Então, esse convênio é importante porque os Correios têm uma vasta capilaridade em todas as cidades brasileiras. As agências dos Correios, já a partir desta segunda-feira, estão preparadas para receber as pessoas”, afirmou.

Para o presidente dos Correios, general Floriano Peixoto Vieira Neto, o contrato assinado na última sexta-feira (5), que começou a valer a partir de segunda (8), é uma oportunidade para a empresa reafirmar seu compromisso social. “Para os Correios, essa é uma missão que vai além de colocar à disposição do cidadão a nossa rede de agências.

É com orgulho e comprometimento que os nossos empregados se dispõem a atender e aproximar os brasileiros nesse momento de dificuldade que atravessamos”, disse. A população sem acesso aos meios digitais terá o cadastro feito gratuitamente por funcionários dos Correios.

Os demais interessados que possuem condições de acesso à internet devem fazer o cadastro no aplicativo ou site da Caixa Econômica Federal ou da Dataprev. “É um serviço para buscarmos os mais vulneráveis, que vão fazer o cadastramento assistido por um funcionário dos Correios. Ele vai cuidar de todos os detalhes para cumprirmos o nosso compromisso, que o presidente Bolsonaro nos determinou, de que nenhum brasileiro vai ficar para trás”, afirmou o ministro Onyx Lorenzoni.

Fonte: Bahia.Ba
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook