Analytics

terça-feira, 14 de julho de 2020

Bebê pode ter contraído coronavírus no útero da mãe infectada, revela estudo

Foto: Reprodução 
Um estudo francês revelou que um bebê no útero pode ter contraído o novo coronavírus da mãe. De acordo com o The Guardian, o bebê apresentou uma inflamação no cérebro pouco tempo após o nascimento. Essa condição é provocada quando o vírus atravessa a placenta e estabelece uma infecção anterior ao nascimento. 

A criança já está recuperada, e passa bem.  A pesquisa foi publicada na Nature Communications, e acompanha o nascimento de vários bebês com Covid-19. Segundo a publicação, os médicos, até o momento, não tinham descartado a possibilidade de que os bebês pudessem ser contaminados durante ou logo após o parto. 

"Infelizmente, não há dúvida sobre a transmissão neste caso", revelou a diretora médica de pediatria e cuidados intensivos neonatais do hospital Antoine Béclère, em Paris, Daniele De Luca. Publicado na Nature Communications, o estudo desse caso acompanha o nascimento de vários bebês com covid-19. Os médicos suspeitam que a doença foi contraída ainda no útero. Até agora, eles não tinham conseguido descartar a possibilidade de os bebês terem sido infectados durante ou logo após o parto.

Para confirmar a infecção, foi feito um teste no sangue e no líquido estraído dos pulmões do bebê. Ele nasceu no dia 27 de março, quando, ainda no útero, revelou sinais de sofrimento fetal, e os médicos tiveram que realizar uma cesariana de emergência. 

A mãe tinha sido internada três dias antes, com febre e forte tosse após contrair a Covid-19, ao final do terceiro trimestre de gestação. Após o nascimento, ele foi isolado imediatamente, e os testes confirmaram a doença, além de terem revelado que o vírus se espalhou do sangue da mãe para a placenta, onde se replicou e causou a inflamação que alcançou o bebê.

Fonte: Uol
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook