Analytics

sábado, 18 de julho de 2020

Cachoeira: Prefeito decreta medidas do lockdown

Imagem: Diário de Taubaté 
O prefeito Tato anunciou nesta sexta-feira (17) medidas mais rígidas para conter o aumento do número de casos de Coronavírus em Cachoeira.

Em parceria com o Governo da Bahia, e juntamente com a Prefeitura de São Félix, a Prefeitura de Cachoeira estabelece que de 20 de julho a 02 de agosto fica proibida a abertura do comércio NÃO ESSENCIAL, sendo permitido apenas os estabelecimentos ESSENCIAIS funcionarem de 20 a 25 de julho, com horário reduzido, das 7h às 16h. 

A Feira Livre, o Mercado Municipal e o Mercado do Peixe funcionarão nos dias 24 e 25 de julho, das 6h às 14h, apenas para a comercialização de produtos alimentícios.

No período de 26 de julho a 02 agosto, Cachoeira entrará em lockdown, com o fechamento total de todos os estabelecimentos comerciais (ESSENCIAIS e NÃO ESSENCIAIS) em todo o município (sede e zona rural). Contudo, será permitida APENAS a abertura de farmácias, postos de combustíveis, funerárias, além do funcionamento de serviços de entregas de alimentos, gás, água mineral, bebidas e outros produtos em domicílio. Quem estiver nas vias públicas nesse período deve comprovar a necessidade da solicitação dos serviços permitidos. A Polícia Militar da Bahia e Guarda Municipal de Cachoeira garantirão o fiel cumprimento das medidas restritivas.

Maiores informações estão no Decreto 148/2020, publicado antecipadamente no Diário Oficial desta sexta-feira (17.07), disponível em doem.org.br/ba/cachoeira.

TESTAGEM NA POPULAÇÃO

O prefeito Tato anunciou também que já foram comprados 2.000 (dois mil) testes rápidos para serem realizados, após o período de lockdown, em familiares de infectados e em pessoas que moram em bairros e comunidades rurais com maior incidência de casos positivos de Covid-19.

ASCOM - Prefeitura de Cachoeira
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook