Diário da Notícia | Recôncavo Baiano - Rubem Júnior
Foto: Reprodução
As farmacêuticas Pfizer e BioNTech anunciaram hoje (18) que concluíram os testes da fase 3 da sua vacina contra Covid-19, realizados no Brasil. Os resultados mostram que a eficácia alcançada foi de 95% na prevenção à doença e não houve efeitos colaterais graves. 

Os dados ainda não foram publicados em revista científica. De acordo com um comunicado da empresa, os estudos 170 casos confirmados de coronavírus, mas os dados ainda não foram publicados em revista científica. Os testes também envolveram pessoas com mais de 65 anos e, a partir desta faixa etária, a vacina se mostrou mais de 94% eficaz. 

Na prática, isso significa dizer que a pessoa tem 94% menos chance de pegar a doença se for vacinada do que se não for. A empresa informou ainda que pretende produzir globalmente até 50 milhões de doses de vacina em 2020 e 1,3 bilhão de doses até o final de 2021.


Fonte: Metro 1

Facebook