Diário da Notícia | Recôncavo Baiano - Rubem Júnior
Foto: Reprodução
Em meio à pressões pela volta às aulas presenciais na Bahia, o governador do estado, Rui Costa (PT), decidiu que o retorno às escolas não acontecerá por enquanto. Isso acontece porque as taxas das de ocupações de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e de mortalidade pela doença estão altas em diversos municípios ainda, de acordo com ele. 

A informação foi dita em uma reunião realizada ontem (11) com as prefeituras e as secretarias estaduais da Educação e da Saúde. "Ainda não é a hora de retornar às aulas presenciais”, afirmou o gestor. “Queremos o retorno das aulas, entendemos que é fundamental para o desenvolvimento de nossos jovens", disse Rui. "Mas o momento não está fácil", completou.

"É um problema grave que requer todo o nosso foco antes que possamos pensar num retorno”, explicou. Nesta semana, o modelo de volta às aulas já havia sido discutido pensando em um possível breve retorno. Ele acontecerá de forma híbrida, com alternância entre metade da turma indo às aulas e a outra acompanhando online.



Fonte: Metro 1

Facebook