Analytics

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

Ifba fará seleção gratuita e por análise de histórico escolar em 2021

Foto: Reprodução
Com a pandemia do coronavírus e a suspensão das atividades presenciais, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba) fará a seleção de seu processo seletivo para os cursos técnicos de forma gratuita, virtual e com base no histórico escolar dos estudantes. Conforme publicado pela instituição nesta segunda-feira (15), os editais oferecem 2.997 vagas para a Bahia. 

As inscrições serão realizadas da próxima segunda (22) até o dia 16 de abril através do site http://www.selecao.ifba.edu.br (clique aqui). “O Ifba mesmo num contexto pandêmico está cumprindo com sua função social de oferecer vagas para os estudantes baianos e as estudantes baianas por meio da publicação do edital do Processo Seletivo. 

Estamos fazendo um grande esforço para garantir a realização desse processo para continuar dando oportunidade dos jovens entrarem na instituição. Essas mudanças são emergenciais, não são mudanças definitivas. O processo de 2021 é um processo emergencial e a opção pela análise do histórico escolar se dá pelo fato de sabermos que desse modo poderíamos fazer o processo remotamente e ao mesmo tempo poderíamos deixá-lo mais inclusivo, já que a análise de histórico é uma seleção processual, que leva em consideração a vida do estudante durante os últimos anos de estudo”, explica a reitora Luzia Mota.

As vagas disponíveis são para os cursos técnicos profissionais nas formas Integrada (Ensino Médio junto ao profissionalizante), Subsequente (profissionalizante para quem já terminou o Ensino Médio) e Concomitante (profissionalizante concomitantemente ao Ensino Médio de outra Instituição). Os estudantes poderão escolher até duas opções de curso de uma mesma forma no campus de sua escolha. 

Quanto às notas, a análise será correspondente ao 6º, 7º e 8º ano do Ensino Fundamental para os Cursos Integrados e Concomitantes; e do 1º e 2º ano do Ensino Médio para os Cursos Subsequentes. Para realizar a inscrição, o estudante interessado que ainda não tiver obtido o histórico escolar poderá, excepcionalmente, apresentar declaração de histórico escolar assinada pelo responsável pela escola, conforme modelo disponível no edital, ou “atestado escolar” onde constem as notas e o nome completo do candidato (em papel timbrado, carimbado e assinado pelo responsável da escola) ou o conjunto dos boletins (em papel timbrado, carimbado e assinado pela escola). No entanto, no momento da matrícula, o histórico será obrigatório.

É importante ressaltar que o Ifba reservará 50% das vagas para candidatos que estudaram em escola pública, com critérios socioeconômicos (subdivididos entre renda bruta familiar igual ou inferior a 1,5 salário-mínimo per capita e renda bruta familiar superior a 1,5 salário-mínimo per capita) e étnico-raciais (candidatos que se autodeclarem pretos, pardos ou indígenas). Também há reserva de vagas para candidatos com deficiência.



Fonte: Bahia Notícias
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook