Foto: Reprodução
A pastora e deputada Flordelis (PSD-RJ) afirmou a filha Simone foi a mandante do assassinato do pastor Anderson do Carmo, morto em junho de 2019.

Segundo Flordelis, Anderson assediava Simone, que estava doente:“Além de estar com câncer, sofrendo com câncer, ela carregava isso sozinha, em silêncio, esses assédios, esses estupros. Ela carregava sozinha, Bial. Não estou defendendo ela, porque não concordo com o que ela fez.

Eu discordo 100%. Ela não podia ter feito isso, não é matando que resolvemos os problemas”, disse Flordelis em entrevista a Pedro Bial. Segundo o Ministério Público e a Polícia Civil do Rio de Janeiro, o pastor Anderson do Carmo foi morto por questões financeiras e a mandante do crime teria sido Flordelis. Além da pastora, outras 10 pessoas também foram denunciadas.



Fonte: Varela Notícia

Postagem em destaque

Facebook