Foto: Reprodução
Lideranças de oposição ao governo federal no Congresso anunciaram que vão entrar com um pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), por avaliarem que o chefe do Executivo tenta se apropriar indevidamente das forças militares para interesses pessoais.

A informação é do Estadão. Para os parlamentares, os episódios que levaram às saídas do ex-ministro da Defesa Fernando de Azevedo e Silva e dos comandantes do Exército, general Edson Pujol, da Marinha, almirante Ilques Barbosa Júnior, e da Aeronáutica, brigadeiro Antonio Carlos Moretti Bermudez, representam uma ameaça "evidente" à democracia. 

O pedido de impeachment será entregue na Câmara dos Deputados hoje, às 11h, pelos líderes da minoria e da oposição no Senado e na Câmara, respectivamente Jean Paul Prates (PT-RN), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Marcelo Freixo (Psol-RJ) e Alessandro Molon (PSB-RJ), além do líder da minoria no Congresso, Arlindo Chinaglia (PT-SP).


Fonte: Metro 1

Facebook