Foto: Reprodução
Estudantes de odontologia de uma faculdade particular de Feira de Santana “furaram a fila” da vacinação contra a Covid-19. 

O grupo não fazia parte do público prioritário da imunização e o caso gerou polêmica na cidade. O secretário de Saúde do município, Marcelo Britto, apontou que realmente houve uma falha no caso e afirmou que uma sansão administrativa foi aplicada.

Segundo ele, os estudantes faziam parte da lista para a vacinação, mas não eram prioridade. Diante da situação, um grupo de alunos de enfermagem da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) contestaram a ação, pois precisam ser imunizados para poder estagiar nas unidades de saúde.

Fonte: Metro 1

Postagem em destaque

Facebook