Diário da Notícia | Recôncavo Baiano - Rubem Júnior
Foto: Reprodução
O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta terça-feira (27) que o estado "quebrou" e que, diante da escassez de recursos, o setor público não terá capacidade de atender à demanda crescente por atendimento na área da saúde. 

Guedes deu a declaração durante reunião do Conselho de Saúde Complementar. "O Estado quebrou", disse o ministro. "Todo mundo vai procurar serviço público, e não há capacidade instalada no setor público para isso. Vai ser impossível", declarou. 

De acordo com o ministro, não foi a pandemia que tirou a capacidade de atendimento do setor público mas sim "o avanço na medicina" e "o direito à vida." "Todo mundo quer viver 100 anos, 120, 130 [anos]", declarou Guedes. Segundo ele, "não há capacidade de investimento para que o estado consiga acompanhar" a busca por atendimento médico crescente.



Fonte: G1

Facebook