Diário da Notícia | Recôncavo Baiano - Rubem Júnior

Foto: Arquivo pessoal
Após as demissãos por comentários preconceituosos, a plataforma MyCujoo contratou a jornalista baiana Cris Menezes para narrar o jogo entre Bahia e Ferroviária-SP, nesta quarta-feira (28), às 15h, em Pituaçu, pela quarta rodada do Brasileirão Feminino Série A1. Repórter esportiva, ela fará sua estreia como narradora profissional.

"Entraram em contato comigo e me escalaram para fazer esse jogo entre Bahia e Ferroviária em Pituaçu. Vou narrar e vai ser a primeira vez", disse em entrevista ao Bahia Notícias.

Nascida em Maragogipe, Recôncavo da Bahia, Cris Menezes é formada em jornalismo pela Universidade Federal do Recôncavo (UFRB) e trabalha na rádio Andaiá FM, de Santo Antônio de Jesus. Ela já participou de coberturas de jogos de Bahia e Vitória no Brasileirão, Copa do Nordeste e Campeonato Baiano. Além de já ter atuado como setorista do Rubro-Negro da capital. Ela topou o desafio por incentivo de pessoas próximas e de narradores profissionais.

"Falei para eles que minha experiência é como repórter e que não narro profissionalmente. Eu narro mais em casa por brincadeira. Narração não era meu foco, meu foco mesmo é reportagem. Mas eles pediram um vídeo meu narrando, eu enviei e acabou que eles solicitaram meus dados para fazer o credenciamento para narrar esse jogo entre Bahia e Ferroviária", contou. "Estou um pouco ansiosa, porque é um coisa que nunca fiz profissionalmente. Mas também com a grande expectativa por receber muito apoio das pessoas e por narradores, que me deram muitas dicas. Acredito que vai dar tudo certo, estou muito esperançosa. E, sem dúvidas, farei o melhor para sair tudo ok", afirmou.

No último domingo (25), o narrador Paulo Cesar Ferrarin e o comentarista Edson Florão fizeram comentários preconceituosos sobre os cabelos das jogadoras do Bahia, durante a transmissão do duelo contra o Napoli, pela competição nacional. A pedido da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a plataforma demitiu a dupla de profissionais. Cris Menezes classificou como lamentável o diálogo dos dois.

"É bem lamentável a gente se deparar com uma situação daquela em pleno século 21, principalmente eu, como uma pessoa negra e que uso o cabelo black. Ele ter usado aquele termo pejorativo, que por fim, ele queria de alguma forma falar e teve um ato preconceituoso. Na verdade, bem preconceituoso dos dois profissionais, naquela situação que acompanhamos na transmissão de um jogo, ainda mais feminino, que já enfrenta tantos problemas, tantas situações para poder ter um forte futebol feminino no país e ainda nos deparamos com um comentário daquele", finalizou. 

Facebook