Diário da Notícia | Recôncavo Baiano - Rubem Júnior
Imagem: Reprodução
O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou à CPI da Covid nesta quinta-feira (27) que a vacinação no Brasil poderia ter começado antes “se todos os atores” tivessem colaborado. 
Segundo Covas, o laboratório tinha quase 10 milhões de doses prontas no ano passado. Quase 10 milhões de doses prontas em dezembro do ano passado. 

“O Brasil poderia ser o primeiro país do mundo a começar a vacinação, se não fossem os percalços, tanto de vista de contrato como regulatório”, disse. O estado de São Paulo começou a vacinar em 17 de janeiro. De acordo com Covas, o mundo começou a aplicar os imunizantes em 8 de dezembro.






Fonte: Bahia Notícias

Facebook