Diário da Notícia | Recôncavo Baiano - Rubem Júnior

Don Maths - Capa Preta (2021) Foto: Divulgação
Amizade, criação, colaboração, e paciência - resumem o primeiro álbum de Don Maths com Produção de Lord Breu, que está a ser lançado por todas as plataformas digitais de Streaming.

Baiano de Feira de Santana, Don Maths que é amante da Cultura Sound System e imerso nesse campo musical como DJ e MC desde 2005, lança o ‘Capa Preta’, seu disco de estreia; bebendo da fonte imersa nas fortes raízes do Reggae e experimentando da influência Afro-futurista e Neo-tropicalist, se combina peculiarmente com a cultura latina e afro-brasileira por moldes de ritmos e canções treinadas especialmente para dissolver-se na cultura dos sistemas de som de todo o mundo.  

A idealização do projeto de um disco proposta pelos multi-artistas, nasceu em 2014, é mais um fruto de uma longa amizade, determinante na parceria entre Don Maths e o já renomado Produtor Musical e DJ Soteropolitano Lord Breu, com a sagaz proposta de reunir um time de músicos e artistas para gravar juntamente com o próprio Don, em cima das programações e riddins criadas pelo Lord.

Após o repertório feito e roteiro finalizados pela dupla no Secret Lab Studio em Salvador, a missão de Don Maths partiu para Feira de Santana e contou com a participação ativa de Pedro Patrocínio no Studio Boca de Zero 9, onde paulatinamente foram gravados os músicos convidados e as participações especiais em dezenas de sessões de gravações.

Nessa seleta, o time da Capa Preta conta com as participações especiais de Nego Freeza ( Vocalista do O quadro) em "Babylon' Star", do Reggaeman cachoeirano Geraldo Cristal em "Asas Rapinas", a voz feminina de Vênus Carvalho representada em "Idéias Verdes, além de contar dois intérpretes internacionais: Oscar Olivares (La Pichanga-Chile), em "La Astúcia Intro" e Don Vinícius Nyah, Feirense radicado na Espanha, que na língua catalã, declama em "La Capa Negra", faixa que encerra o disco. Capa Preta ainda conta com outras peças fundamentais na banda que compõe o álbum: é o caso do Maestro Flavio Santos (Orquestra de Reggae de Cachoeira) nos Metais, Bomani nos becking vocals, Lerry nos Teclados, Murilo Oliveira e Pedro Patrocínio nas Guitarras e Aldmésio Beréu na Escaleta.

Capa Preta conta com 6 faixas poliglotas, compostas pela combinação entre o digital com o analógico, que resulta em 6 petardos, recheados do mais refinado Reggae Music, com nuances místicas e líricas que abordam espiritualidade, reflexões, questões sociais e relacionamentos pessoais. Apresentadas com elementos de Dub, Ambiente e New Roots, com uma apurada produção assinada pelo brilhante produtor, Lord Breu, em que participa de uma seleção luxuosa de grandes músicos e artistas colaboradores.

Capa Preta é o nome dessa coleção de músicas que marcam definitivamente o retorno de Don Maths à sua carreira solo como artista independente.

Com as Artes Visuais da Capa assinada também pelo multi-artista Don Guto. O disco será lançado no Sábado (29/5), em todas plataformas de stream, juntamente com o video-clipe de "Caia Na Pista", Clipe que conta com as performances de Nadine Mascarenhas e Betta Amorim sob a direção colaborativa do Espaço Solar onde assinam Arivaldo Publio, Don Guto e Ricardo Fontes.

Facebook