Imagem: Reprodução
No último dia 25 de maio, a família Lorensseto Neder deixou de existir. Literalmente. Em menos de um mês, pai, mãe e filho morreram de Covid-19. O coração de André Ibrahim Neder, de 30 anos, parou de bater às 22h30 de terça-feira.

Na semana anterior, em 19 de maio, ele fizera aniversário internado em uma unidade de terapia intensiva (UTI) no Hospital Planalto, na zona leste de São Paulo. Intubado, respondeu a um áudio gravado por amigos e familiares tentando abrir os olhos. 

O estado de saúde dele naquela ocasião em nada se comparava com os primeiros dias de internação, no fim de abril. André brincava e sorria em conversas por chamada de vídeo com parentes e a noiva. 

Além do pai e da mãe, a futura esposa e três tios contraíram o vírus. Só que todos se recuperaram bem.

Prima de André, Juliana Lorensseto conta que ele estava confiante. “Ele pedia para a gente ter paciência. Ele tinha muita certeza de que ia se curar e sair bem dessa”, afirma. 


Fonte: Metrópoles

Postagem em destaque

Facebook