Analytics

menu

Image Map

sábado, 27 de setembro de 2014

Três bombeiros que trabalharam no 11 de setembro morrem no mesmo dia de câncer

Foto:Divulgação/FDNY
Três bombeiros que participaram do resgate de vítimas durante o atentado de 11 de setembro de 2001 em Nova York, nos EUA, morreram no mesmo dia, em decorrência da mesma doença: câncer. O tenente Howard Bischoff, 58 anos, e os soldados Robert Leaver, 56 anos, e Daniel Heglund, 58 anos, morreram na segunda-feira, com algumas horas de diferença.

Robert Leaver e Howard Bischoff cresceram juntos no Brooklyn, em Nova York, e eram melhores amigos. "Pelo menos Robert e Howie foram para o céu juntos", disse a viúva de Leaver, Rosaria, em entrevista ao Daily News.

Bischoff se aposentou em 2003, depois de 19 anos de trabalho. Ele morreu de câncer de cólon, já no estágio quatro. Leaver se aposentou depois de 20 anos de serviço, em 2004. Ele estava de folga no dia dos ataques, mas mesmo assim correu até o local para ajudar. Daniel Heglund trabalhou nos bombeiros por 21 anos e morreu de câncer de esôfago um dia antes de completar 59 anos.

Doenças relacionadas ao trabalho de resgate, decorrentes da aspiração de fumaça e poeira tóxica, já mataram 92 bombeiros. Segundo o Hospital Mount Sinai, em Nova York, ao menos 1.646 casos de câncer atendidos no local podem estar ligados aos atentados.

O Departamento de Bombeiros de Nova York perdeu 343 bombeiros nos atentados. 

Fonte: Correio.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...