Analytics

menu

Image Map

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Feira: Vans do sistema alternativo cobrarão tarifa de R$ 3,10, diz presidente da coopretrafs

Imagem: Acorda Cidade
Após o anúncio da diferenciação de preços para quem pagar a tarifa do transporte urbano em Feira de Santana, em dinheiro e ou no cartão, muitas dúvidas surgiram em relação ao pagamento nas vans, que não possuem o sistema de bilhetagem eletrônica. Para esclarecer sobre o assunto, o presidente da Coopetrafs, José Vicente, informou ao Acorda Cidade que a tarifa será de R$ 3,10. “O transporte alternativo de Feira irá cobrar o que foi decido no Conselho Municipal de Trânsito (CMT). Uma vez que o transporte alternativo não tem o sistema eletrônico, vamos cobrar o valor de R$ 3,10”, afirmou.

José Vicente falou que o sistema de transporte alternativo vem enfrentando uma série de dificuldades nos últimos anos e disse que os alternativos não têm condições de cobrar R$ 3,30, sendo que o ônibus vai cobrar 3,10 para quem tiver o cartão. “Seria uma jogada desleal. A gente não entende até agora os motivos dessa decisão”, disse.

Com o decreto sobre a atualização da tarifa para o transporte coletivo em Feira de Santana publicado ontem (19), no Diário Oficial Eletrônico, ficou definindo o reajuste da passagem para R$ 3,10, porém, a partir de março, esse valor será apenas para o usuário que utilizar o sistema de cartão. A mesma publicação informa que o usuário que for pagar em espécie terá que desembolsar R$ 3,30. O reajuste de R$ 3,10 já passar a valer nesta quinta-feira (21).

Para os distritos de Jaíba, Maria Quitéria, Matinha, João Durval e Humildes a tarifa será a mesma da zona urbana. Já em Bonfim de Feira, Jaguara e Tiquaruçu o valor será R$ 3,90.
Em entrevista ao Acorda Cidade, o secretário municipal de Transporte e Trânsito, Pedro Boaventura disse que essa diferenciação de valores no pagamento em dinheiro e no cartão era previsto no edital de licitação. Ele falou ainda que a medida visa incentivar a utilização do vale eletrônico, pois diminuiria o volume de dinheiro no ônibus, assim o número de assaltos seria reduzido. As vans, que integravam o Sistema de Transporte Integrado (SIT), vão continuar fazendo o transporte alternativo dos bairros para o centro.

Fonte: Acorda Cidade
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...