Analytics

menu

Image Map

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Dep. Bebeto Galvão vai contra a orientação do PSB e anuncia: “Votarei contra o impeachment”

Foto: Divulgação
Além de Aliel Machado (Rede-PR), o deputado federal Bebeto Galvão (PSB-BA) foi mais um a contrariar a orientação de seu partido e anunciar voto contrário ao processo de impeachment que tramita na Câmara dos Deputados.

Membro da comissão especial que votou a abertura do processo esta semana, Galvão deu lugar a um suplente na votação para que não contrariasse sua “consciência democrática”.

“Avaliei que não havia a tipificação clara do crime [de responsabilidade fiscal]. Ou eu contrariaria a decisão partidária ou minha consciência democrática”, afirmou em entrevista publicada pela Folha de S. Paulo nesta quarta-feira (13).


Ainda que apoie a cassação da chapa Dilma-Temer e a convocação de eleições gerais, o deputado federal acredita que o processo de impeachment aberto na Câmara vem com uma “profunda ausência de dados substantivos” e que, por isso, fará voto contrário no plenário. “Os contornos políticos desse impedimento, a baixa popularidade, inflação, desemprego, não constituem crime. Como vou julgar alguém só em função do conjunto da obra? Minha tendência é votar contra e não há chance de mudar”, pontuou.

De acordo com Galvão, é “fora do tom” o PSB apoiar o impeachment da presidenta Dilma sob essas alegações uma vez que, dos 12 anos de governo petista, sua legenda participou de 10. “Não podemos negar o que ajudamos a construir de bom ou o que enfrentamos de ruim”, disse.

Para o parlamentar, o fato de ter sido o próprio Congresso ter feito a alteração da meta fiscal inviabiliza-o de tentar criminalizar a presidenta pelas chamadas ‘pedaladas fiscais’. “Se a Dilma perder o mandato por pedaladas fiscais, cassa todos os deputados”, afirmou.

Fonte: Portal Forum
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...