Analytics

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Feira: Polícia Civil prende suspeito de envolvimento na morte de ex-vereador

Ex-vereador foi encontrado morto no dia 02/10/16 | Foto: Reprodução
A Polícia Civil de Feira de Santana prendeu Tiago Farias dos Santos, 26 anos, suspeito de envolvimento na morte do ex-vereador Etevaldo de Jesus. O ex-vereador foi encontrado morto no dia 2 de outubro em um terreno baldio, na Avenida Presidente Dutra, em Feira de Santana.

Thiago foi conduzido para a delegacia após denúncias do suposto envolvimento no crime. O delegado Gustavo Coutinho, titular da Delegacia de Homicídios de Feira de Santana (DH), contou ao Acorda Cidade que o suspeito foi conduzido para a delegacia para prestar depoimento sobre o homicídio e chegando ao local ficou constatado que o mesmo tinha um mandado de prisão aberto na cidade de Guarulhos, em São Paulo.

“Ele veio para ser interrogado em relação ao crime contra o ex-vereador e foi preso porque tinha um mandado de prisão aberto em São Paulo. Ele está negando o fato, e nós estamos ouvindo testemunhas para reunir o máximo de provas e chegar ao autor desse crime”, afirmou.
Suspeito de matar ex-vereador | Foto: Divulgação
O delegado contou ainda que Thiago é homossexual e estava morando em um casarão abandonado com outro homem e mais um homem e uma mulher que são casal de andarilhos. O casarão abandonado fica próximo ao local onde o ex-vereador foi encontrado morto.

Gustavo Coutinho relatou que a polícia continua trabalhando nas investigações e vai pedir também a quebra do sigilo telefônico da vítima.

O caso:

Foi encontrado morto, por volta das 13h deste domingo (02/10), dia de eleições municipais, o ex-vereador de Feira de Santana Etevaldo Santos de Jesus, 57 anos. Familiares relataram que ele estava desaparecido desde as 20h de sábado (1º).

O corpo foi achado sem roupa, em um terreno baldio, na Avenida Presidente Dutra, próximo à Jubiabá Veículos. O carro da vítima, um Fiat Uno, de placa JPH 2448, de Feira de Santana, estava a poucos metros do local, no acostamento da avenida.

De acordo com a perícia, o ex-vereador foi morto a pedradas e apresentava traumatismo craniano. Ainda segundo a polícia, o assassinato ocorreu no mesmo local onde o corpo foi encontrado. A polícia vai investigar a causa da morte, a autoria e motivação.

Segundo o tenente Costa Neto, da 67ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), policiais foram acionados através do Centro Integrado de Comunicação (Cicom) e quando chegaram ao local encontraram os familiares da vítima. Segundo ele, o local possui grande fluxo de pessoas durante o dia, mas à noite é bastante escuro.

Etevaldo Santos de Jesus cumpriu o mandato legislativo na Câmara de Vereadores de Feira de Santana de 2005 a 2008, pelo Partido Social Cristão (PSC). Ele era natural de São Gonçalo dos Campos, mas morava atualmente na Rua São Lucas, Conjunto Francisco Pinto.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o filho do ex-vereador Filipe Oliveira relatou que estava trabalhando em campanha política, e hoje pela manhã retornou para Feira de Santana a fim de participar das votações, quando recebeu a notícia de que o pai estava desaparecido.

“Eu estava tentando ligar pra ele e não conseguia falar. Quando eu cheguei em casa, o pessoal da campanha que ele estava trabalhando já estava na expectativa, procurando ele, porque 5h da manhã tinha comício e ele não estava em casa. A vizinha informou que ele tinha saído às 20h do dia anterior e a gente começou a procurar, ficou preocupado. Até que a gente recebeu a informação onde o carro estava parado. A gente veio aqui e, olhando o local, encontrou o corpo”, relatou o filho.

Ele confirmou ainda que o corpo estava com marcas de violência e a suspeita de que o pai teria sido morto a pedradas na cabeça. Filipe Oliveira contou que seus pais eram divorciados e desde então ele sempre morou com Etevaldo. Também falou sobre a última vez em que esteve com pai.

“O sentimento é porque eu não estava aqui. Eu tenho 45 dias fora da cidade, e quando eu chego recebo essa notícia. O meu carro quebrou lá na campanha e eu tive que trazer pra cá. Ele que ficou cuidando lá na oficina, e foi o último contato que a gente teve. Passamos o dia todo juntos. Foi no dia do meu aniversário o último dia”, disse.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...