Analytics

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

MPF de Conquista produz mais de duas mil manifestações judiciais em 2016

Foto: Reprodução / Bom Jesus Destak
De janeiro a novembro deste ano, o Ministério Público Federal de Vitória da Conquista produziu 2.496 manifestações judiciais, instaurou 844 procedimentos extrajudiciais e deflagrou diversas operações em conjunto com a Polícia Federal. As informações foram divulgadas no relatório anual de atividades da unidade, que traz estatísticas de produtividade e pequenos resumos das operações mais importantes realizadas na região.

O número de manifestações judiciais representa um aumento de 77,39% em relação ao ano de 2015, sendo 802 ações cíveis e 1.694 criminais.

As principais operações do ano foram a Lammer, que desmontou uma organização criminosa especializada na invasão de dispositivos de informática e furtos contra instituições financeiras em Vitória da Conquista; a Belvedere, que obteve liminarmente o sequestro e a indisponibilidade dos bens do prefeito de Mirante, Hélio Ramos Lima, e de outras 24 pessoas. O prefeito da cidade foi ainda afastado; a Mato Cerrado, que, com esquema instalado na prefeitura de Caatiba, cumpriu 22 mandados de busca e apreensão em diversos municípios; a Overbooking, que teve como alvo um aeródromo construído ilegalmente, em área rural pertencente à União, no bioma da mata atlântica, sem licença ambiental; a Reprovados, que desmontou uma organização criminosa suspeita de fraudar concursos públicos da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB) e do Instituto Federal da Bahia (Ifba); e a Granfaloon, deflagrada em 2014, que teve como objetivo desmontar organização criminosa responsável por desvios de recursos da saúde, educação e transporte, em Vitória da Conquista e outras nove cidades do sudoeste da Bahia, com prejuízo estimado em R$ 60 milhões para os cofres públicos.

Fonte: BN
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...