Analytics

menu

Image Map

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Feira: Imagens mostram que policial morto em ação da Rondesp estava armado

Foto: Reprodução | YouTube
A Polícia Civil de Feira de Santana divulgou na tarde desta quinta-feira (5), um trecho de um vídeo captado de câmeras de segurança que mostra o início da perseguição que envolveu o policial militar Elielson Nascimento de Souza de 38 anos e uma guarnição da Rondesp Leste. O fato ocorreu por volta das 12h20 de ontem (4) na Rua Tupinambá, bairro Mangabeira, em Feira de Santana. O policial foi baleado e não resistiu.

Nas imagens cedidas pela Polícia Civil é possível ver o PM Elielson correndo e em seguida puxando uma arma da cintura. Atrás dele seguem em perseguição dois policiais da Rondesp Leste e logo depois uma viatura da guarnição.

O delegado Roberto Leal, coordenador da 1ª Coordenadoria de Polícia do Interior (1ª Coorpin), disse ao Acorda Cidade que a polícia está analisando as imagens para verificar se elas coincidem com a versão apresentada pela guarnição que estava envolvida na ocorrência. Os policiais que estavam na ação alegaram que atiraram sem saber que Elielson era policial militar e a perseguição começou porque ele teria resistido a abordagem.

“Eles relataram que no momento da abordagem dois policiais que estavam fardados utilizavam um carro comum e eles tentaram abordar uma pessoa que estava com um volume estranho na cintura. Eles acharam que era uma arma de fogo e tentaram abordar. Nessa primeira abordagem essa pessoa resistiu e efetuou o disparo contra os dois policiais. Iniciou-se uma perseguição e o vídeo é nítido ao mostrar essa perseguição. O policial que posteriormente é alvejado passa correndo e em seguida é nítido que ele saca a arma de fogo. Depois ele acaba se escondendo atrás do muro, os policiais se aproximam, é verificado que há algum tipo de diálogo entre um policial e essa pessoa. Posteriormente um policial efetua o disparo de arma de fogo e a diligência continua. Verifica-se depois a presença de uma viatura da Rondesp. Esse vídeo acaba corroborando com a versão apresentada pelos policiais”, relatou.
Foto: Arquivo pessoal
Segundo Roberto Leal, todos os fatos serão analisados e a polícia aguarda o resultado das perícias e outras diligências que serão realizadas no curso do inquérito policial. Oitivas de pessoas, familiares da vítima para saber e sobretudo averiguar se Elielson estava sofrendo algum tipo de ameaça, transtorno, ou em algum tipo de tratamento.

“A gente nota no vídeo que ele percebe a presença de dois policiais fardados e mesmo assim continua a correr e puxa a arma de fogo. Nós queremos entender justamente isso. Por que ele estava correndo de dois policiais fardados e sacou a arma de fogo sendo que ele era policial. Tudo isso tem que ser desvendado”, afirmou.

As armas

O delegado informou que até o momento foram ouvidas sete pessoas e já foram agendadas mais três pessoas para prestarem depoimento. Todas as armas dos policiais envolvidos na ação da Rondesp Leste e também a arma do PM Elielson foram encaminhadas para a perícia técnica.

A polícia aguarda também o resultado do exame médico legal para verificar a presença de algum projétil no corpo da vítima e em seguida fazer o exame para saber de qual arma foi efetuado o disparo. Três policias informaram terem efetuado disparos e o prazo para a conclusão do inquérito policial é de 30 dias, podendo ser inclusive prorrogado com autorização judicial. Informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade.

Veja o vídeo:


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Facebook