Analytics

menu

Image Map

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Feira: Homem tenta se jogar de passarela na BR-116 sul e bombeiros resgatam

Foto: Aldo Matos | Acorda Cidade
O Corpo de Bombeiros, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), resgatou por volta das 13h desta quarta-feira (29), da passarela da Avenida Eduardo Fróes da Mota, na BR-116 sul, após o viaduto da Cerb, um carroceiro que tentou tirar a própria vida, por conta de uma desilusão amorosa. O homem subiu à passarela, por volta das 8h30hs.

De acordo com o Pastor Carlos Moreno, o homem é bastante conhecido no bairro onde mora, por ser um trabalhador, porém não aceitava o fim do relacionamento com a ex-mulher, com quem tem dois filhos, e ameaçou tentar contra a própria a vida caso ela não retornasse para ele.

“É próximo da gente, a gente conhece há muito tempo. A gente orava pela família dele, mas não achamos que iria chegar a esse ponto. Ele vivia um relacionamento há dois, e agora ele chegou a dizer pra ela que ou ela voltava pra ele, ou ele ia fazer algo que iria deixar todo mundo constrangido, que era acabar com a própria vida. Disse que não vive sem ela. A esposa está com outra pessoa e ele não quer aceitar isso”, relatou o líder religioso.

O tenente Boudoux, do Corpo de Bombeiros, informou em entrevista ao Acorda Cidade que para evitar o pior foram usadas técnicas de controle da mente e proteção do indivíduo.
“A gente tenta manter o controle através de técnicas de proteção, de isolamento. A gente busca conduzir a mente do indivíduo, uma psicóloga também participou, junto com a Polícia Rodoviária, o Corpo de Bombeiros, e aquelas pessoas mais próximas que precisavam se fazer presentes. Assim foi feito, o cansaço já estava evidente, nos membros inferiores já estava dando câimbra, ele estava totalmente desgastado e a gente conseguiu que ele se entregasse e descesse daquela altura, pois se fosse feita uma abordagem tanto por parte dos policiais como dos bombeiros poderia haver um risco”, relatou.

Ele opinou ainda sobre as situações que podem levar uma pessoa a desejar tirar a própria vida. “Hoje isso é um dos problemas da nossa sociedade. Tá evidenciado em todas as profissões, devido ao nível de stress, a falta do amor familiar, a depressão, então tem aumentado sim e nossa peculiaridade de passarelas, viadutos, pontes, propicia às pessoas irem tentando contra a própria vida”, disse o tenente Boudoux.

O tenente citou ainda alguns casos de problemas mentais e problemas financeiros, entre outros que acometem o dia a dia. Com informações e fotos do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook